O que faz um Técnico em Administração de Comercio Exterior

Profissionais exercendo a profissão de Técnico em Administração de Comercio Exterior controlam rotina administrativa. Realizam atividades em recursos humanos e intermedeiam mão-de-obra para colocação e recolação. Atuam na área de compras e assessoram a área de vendas. Intercambiam mercadorias e serviços e executam atividades nas áreas fiscal e financeira.

Algumas das principais funções da profissão

  • Pesquisar situação legal da empresa;
  • Organizar rotina diária;
  • Arquivar documentos;
  • Elaborar documentos administrativos;
  • Programar embarque e desembarque de mercadorias e serviços;
  • Buscar aprimoramento profissional;
  • Atualizar cadastro geral;
  • Protocolar documentos;
  • Contratar serviços de despachante, seguros, transporte e terceiros;
  • Acompanhar alterações da legislação vigente;
  • Dominar idiomas estrangeiros;
  • Emitir documentos diversos;
  • Acompanhar validade de documentos legais;
  • Agir com tolerância;
  • Executar serviços de apoio administrativo;
  • Apresentar soluções;
  • Conferir documentos;
  • Controlar atividades através de dados estatísticos;
  • Fiscalizar recolhimento de encargos públicos de firmas terceirizadas;
  • Reservar praças;
  • Evidenciar comprometimento;
  • Negociar variações de taxas de câmbio com instituições financeiras;
  • Trabalhar em equipe;
  • Analisar documentação de exportação e importação;
  • Demonstrar facilidade de comunicação verbal e escrita;
  • Agir com eficiência e eficácia;
  • Tomar iniciativa;
  • Atuar com flexibilidade;
  • Solicitar informações;
  • Classificar elementos de despesas;
  • Operacionar o sistema integrado de comércio exterior (siscomex);
  • Controlar fluxos de documentos fiscais;
  • Controlar documentação de serviços terceirizados ao longo do contrato;
  • Adequar atividade à legislação vigente;
  • Definir método de trabalho;
  • Participar da movimentação e controle de estoques;
  • Acompanhar trânsito da mercadoria exportada ou importada;
  • Solicitar cotação de preços;
  • Acompanhar desembaraço aduaneiro;
  • Elaborar cronogramas;
  • Elaborar prestações de conta;
  • Atender cliente;
  • Conferir recebimento de materiais;
  • Agir com ética profissional;
  • Fornecer informações para auditorias;

Onde o Técnico em Administração de Comercio Exterior pode trabalhar

Técnicos em administração trabalham em qualquer atividade econômica onde haja atividades administrativas, na condição de assalariados com carteira assinada. O trabalho é presencial, executado em equipe, com supervisão ocasional. O ambiente de trabalho é fechado e o horário pode ser diurno ou noturno. Os profissionais, em sua rotina de trabalho, permanecem durante longos períodos, em posições desconfortáveis, trabalham sob pressão, o que pode levá-los à situação de estresse.

Como trabalhar de Técnico em Administração de Comercio Exterior

Essas ocupações são exercidas por trabalhadores com formação de ensino médio completo, preferencialmente com o curso técnico de nível médio na área de atuação. O exercício pleno das ocupações ocorre com um a dois anos de experiência.

Quanto ganha um Técnico em Administração de Comercio Exterior

O Técnico em Administração de Comercio Exterior tem um salário inicial de R$ 1.552,80 podendo chegar a R$ 4.723,64 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 2.312,80 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 2.619,71 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Técnico em Administração de Comercio Exterior).

Qual a jornada de trabalho do Técnico em Administração de Comercio Exterior

O Técnico em Administração de Comercio Exterior trabalha em média 43 horas por semana (215 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.

Categoria Profissional: