O que faz um Técnico em Plástico

Profissionais exercendo a profissão de Técnico em Plástico projetam, planejam, supervisionam, controlam e executam processos de fabricação de produtos de plástico e de borracha. Acompanham sistemas de produção, projetam ferramentas e dispositivos. Realizam ensaios físico-químicos em laboratórios. Atendem clientes, orientam, apóiam e acompanham tecnicamente os fornecedores. Definem matérias-primas, utilizam instrumentos de medição e recursos de informática. Interpretam normas e procedimentos integrados ao sistema de qualidade e gestão ambiental.

Algumas das principais funções da profissão

  • Simular processos utilizando aplicativos (softwares) de informática;
  • Elaborar documentação sobre parâmetros de processo;
  • Treinar operadores de processo;
  • Manter canal de comunicação com o cliente;
  • Orientar tecnicamente o fornecedor;
  • Otimizar parâmetros de processo e etapas de produção;
  • Interpretar textos em outros idiomas;
  • Demonstrar autocrítica;
  • Instalar produtos adquiridos pelo cliente;
  • Proporcionar meios de comunicação permanente com o fornecedor;
  • Definir viabilidade técnico-econômica;
  • Adequar o produto às necessidades do cliente;
  • Interpretar normas de gestão ambiental;
  • Colaborar com a avaliação dos impactos ambientais da atividade;
  • Trabalhar em equipe;
  • Demonstrar receptividade;
  • Definir a viabilidade técnico-econômica;
  • Comunicar-se;
  • Controlar documentação do sistema;
  • Monitorar parâmetros de processo;
  • Disponibilizar equipamento e ferramental para o atendimento;
  • Desenvolver, com o cliente, novos produtos;
  • Interpretar normas do sistema de qualidade;
  • Conscientizar-se de sua importância na empresa;
  • Aplicar ferramentas de melhoria e desenvolvimento de processo;
  • Desenvolver protótipos;
  • Avaliar o controle de qualidade do fornecedor;
  • Utilizar instrumentos de medição;
  • Definir a ferramenta em função do processo e do produto;
  • Treinar cliente;
  • Atuar como facilitador e negociador;
  • Registrar satisfação do cliente;
  • Avaliar condições de utilização de equipamentos e ferramental;
  • Coletar informações sobre problemas do cliente para a empresa solucionar;
  • Levantar dados sobre satisfação do cliente;
  • Exercer a liderança situacional;
  • Selecionar fornecedores alternativos;
  • Elaborar documentação sobre plano de controle;
  • Definir tempos e métodos, aplicando cronoanálise;
  • Aplicar técnicas de automação;
  • Identificar riscos no local de trabalho;
  • Conciliar ideias com o grupo;
  • Selecionar equipamentos e ferramental;
  • Desenvolver parcerias;
  • Atuar de forma proativa;
  • Avaliar potencial técnico do fornecedor;
  • Identificar materiais e aplicações;
  • Definir o processo de mistura da matéria-prima;
  • Definir os materiais para reciclagem;
  • Avaliar o nível de satisfação do cliente;
  • Orientar sobre as consequências dos atos inseguros;
  • Estabelecer parâmetros técnicos das reações físico-químicas;
  • Interpretar normas técnicas;
  • Interpretar desenho técnico;
  • Manter sigilo em relação as informações da empresa;
  • Utilizar equipamento de combate a incêndio;
  • Aplicar os procedimentos definidos nas normas;
  • Selecionar materiais para construção da ferramenta e dispositivo;
  • Elaborar relatórios técnicos;
  • Prestar primeiros socorros;
  • Aplicar normas de segurança na empresa;
  • Dominar equipamento e ferramental;
  • Implantar o sistema de gestão da qualidade;
  • Identificar problemas do cliente;
  • Demonstrar equilíbrio emocional;
  • Selecionar equipamentos e processos, priorizando as tecnologias limpas;
  • Aplicar metodologias de análise e ferramentas de informática;
  • Manter canal de comunicação com fornecedor;
  • Desenvolver atividades para preservar o meio- ambiente;
  • Utilizar ferramentas de melhoria na condição de trabalho;
  • Estabelecer prazo de entrega;
  • Desenvolver consciência de reciclagem;
  • Realizar assistência técnica;
  • Aplicar ferramentas de melhoria contínua da qualidade;
  • Aplicar princípios de termologia;
  • Assessorar clientes prestando serviços técnicos;
  • Coletar informações sobre sistema produtivo da empresa - cliente;
  • Levantar sistema produtivo do fornecedor;
  • Solucionar problemas de produção;
  • Orientar fornecedor;
  • Definir arranjo físico dos equipamentos;
  • Demonstrar capacidade de administrar;
  • Utilizar equipamentos de proteção coletiva e individual;
  • Elaborar procedimentos do sistema da qualidade;
  • Definir etapas de produção;
  • Orientar pessoas;
  • Buscar atualização e autodesenvolvimento profissional;
  • Dominar o processo produtivo;
  • Otimizar custos;
  • Participar de auditorias internas e externas;
  • Elaborar desenho técnico;
  • Controlar o processo de mistura da matéria-prima;
  • Aplicar tecnologia de processos de usinagem;
  • Acompanhar o desempenho de atendimento do fornecedor;
  • Aplicar princípios de reologia;
  • Definir processo de adesão entre borracha e metal;
  • Utilizar ferramentas de informática aplicadas ao projeto;
  • Executar testes iniciais (try-out) de ferramentas;
  • Relacionar-se com outras pessoas;
  • Participar da elaboração do mapa de risco;
  • Implementar ações preventivas e corretivas;
  • Realizar acompanhamento técnico do produto no campo;
  • Revisar procedimentos do sistema;
  • Aplicar ferramentas estatísticas de controle de processo;
  • Apoiar tecnicamente o fornecedor;
  • Propor alternativas de reaproveitamento de materiais;
  • Realizar análises de materiais e produto;
  • Auto avaliar-se;
  • Aplicar especificações e procedimentos de formulação;
  • Solucionar problemas do cliente;
  • Aplicar documentação sobre plano de controle;

Onde o Técnico em Plástico pode trabalhar

Técnicos em fabricação de produtos plásticos e de borracha os trabalhadores atuam predominantemente em indústrias de fabricação de artigos de borracha e plástico, empresas de produtos têxteis, químicos e de fabricação de máquinas e equipamentos. Podem, também, atuar em laboratórios de universidades e institutos de pesquisa. Normalmente se organizam por equipes ou times de produção, sob supervisão ocasional. Trabalham em locais fechados por rodízio de turnos. Freqüentemente são expostos a altas temperaturas, ruídos intensos e materiais tóxicos.

Como trabalhar de Técnico em Plástico

Essas ocupações são exercidas por trabalhadores com formação técnica de nível médio específico na área de borracha e/ ou plástico. Esses trabalhadores são bastante requisitados para auxiliar profissionais de nível superior, na criação e desenvolvimento de produtos e no dimensionamento das necessidades de instalação de plantas industriais. O desempenho como técnico titular ocorre normalmente entre três a quatro anos de experiência na área.

Quanto ganha um Técnico em Plástico

O Técnico em Plástico tem um salário inicial de R$ 1.251,42 podendo chegar a R$ 3.664,47 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.650,52 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.983,16 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Técnico em Plástico).

Qual a jornada de trabalho do Técnico em Plástico

O Técnico em Plástico trabalha em média 44 horas por semana (220 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.