O que faz um Técnico de Refrigeração (instalação)

Profissionais exercendo a profissão de Técnico de Refrigeração (instalação) avaliam e dimensionam locais para instalação de equipamentos de refrigeração, calefação e ar - condicionado. Especificam materiais e acessórios e instalam equipamentos de refrigeração e ventilação. Instalam ramais de dutos, montam tubulações de refrigeração, aplicam vácuo em sistemas de refrigeração. Carregam sistemas de refrigeração com fluido refrigerante. Realizam testes nos sistemas de refrigeração.

Algumas das principais funções da profissão

  • Analisar projeto de instalação;
  • Acionar o equipamentos (motores e compressores);
  • Injetar fluído refrigerante;
  • Instalar tubulações e drenos;
  • Nivelar tubulações e equipamentos;
  • Calafetar juntas de conexão;
  • Efetuar instalações elétricas;
  • Estabelecer percurso da instalação;
  • Interligar unidades evaporadoras e condensadoras;
  • Requisitar materiais;
  • Marcar posições (ou local de instalação) de ramais de dutos;
  • Despressurizar o sistema;
  • Monitorar o funcionamento dos dispositivos de proteção e controle;
  • Especificar a capacidade do equipamento de ventilação ou refrigeração;
  • Pressurizar tubulação com nitrogênio;
  • Verificar o sentido de rotação dos motores elétricos;
  • Dimensionar o ambiente (local) da instalação;
  • Fixar grelhas de insuflamento e retorno;
  • Interpretar normas e procedimentos para instalação dos equipamentos;
  • Instalar vacuômetro;
  • Expurgar o ar da mangueira dos manômetros;
  • Corrigir vazamentos;
  • Dimensionar comprimentos das tubulações conforme percurso;
  • Acoplar juntas elásticas de vibração;
  • Montar peças (dutos);
  • Avaliar o ambiente (local) de instalação;
  • Conectar cilindro de fluido refrigerante;
  • Monitorar pressão manométrica;
  • Efetuar isolamento térmico dos ramais de dutos;
  • Apresentar equipamento instalado;
  • Conferir materiais requisitados;
  • Dar provas de comunicabilidade;
  • Fixar tubulações;
  • Orientar o usuário quanto ao funcionamento do sistema;
  • Avaliar local do equipamento para instalação;
  • Agir com responsabilidade;
  • Manter bom relacionamento interpessoal;
  • Demonstrar iniciativa;
  • Conectar bomba de vácuo ao sistema;
  • Selecionar ferramentas e equipamentos;
  • Tamponar tubulações;
  • Dar provas de criatividade;
  • Desconectar garrafas de gás e manômetro;
  • Soldar tubos e conexões;
  • Definir tipo, modelo, tensão e fonte de alimentação do equipamento para instalação;
  • Efetuar pré-limpeza da tubulação;
  • Verificar condições de alimentação elétrica dos equipamentos;
  • Controlar a pressão do fluido refrigerante;
  • Efetuar isolamento térmico da tubulação;
  • Demonstrar auto-organização;
  • Fixar peças (dutos);
  • Demonstrar dinamismo;
  • Conectar manômetros de alta e baixa pressão;
  • Desmontar equipamentos de vácuo;
  • Monitorar o super aquecimento e sub-resfriamento;
  • Pesquisar catálogos de fabricantes;
  • Acoplar registros de regulagem de ar;
  • Monitorar pressão do vácuo;
  • Medir o local de instalação para posicionamento do equipamento;
  • Identificar fontes de calor;
  • Confeccionar peças (dutos);
  • Identificar vazamentos;
  • Elaborar relatório com dados do local de instalação;
  • Controlar variáveis do sistema de refrigeração (tensão e corrente elétricas e pressão monométrica);
  • Abrir válvulas de serviço do equipamento;
  • Preencher relatório de testes;

Onde o Técnico de Refrigeração (instalação) pode trabalhar

Instaladores de equipamentos de refrigeração e ventilação tuam em indústrias, estabelecimentos comerciais e residenciais e em oficinas de refrigeração e climatização residencial, comercial, industrial e automotiva. São empregados formais, com carteira assinada, que se organizam em equipes de instaladores e mecânicos, sob supervisão ocasional. Têm como local de trabalho ambientes fechados ou abertos, dependendo da necessidade, e trabalham em horários irregulares. Em algumas atividades podem trabalhar em posições desconfortáveis durante longos períodos e estar sujeitos ao estresse e à exposição de materiais tóxicos e ruídos.

Como trabalhar de Técnico de Refrigeração (instalação)

Para o ingresso nessas ocupações requer-se escolaridade de nível médio, mais um curso básico de qualificação profissional com carga horária superior a quatrocentas horas. Vale destacar que grande parte das empresas conhece esses profissionais pelos títulos de mecânico ou técnico de refrigeração. O pleno exercício das atividades ocorre entre três a quatro anos de experiência profissional na área.

Quanto ganha um Técnico de Refrigeração (instalação)

O Técnico de Refrigeração (instalação) tem um salário inicial de R$ 1.322,66 podendo chegar a R$ 2.440,13 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.730,56 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.671,54 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Técnico de Refrigeração (instalação)).

Qual a jornada de trabalho do Técnico de Refrigeração (instalação)

O Técnico de Refrigeração (instalação) trabalha em média 43 horas por semana (215 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.