O que faz um Técnico de Operações e Serviços Bancários - Cambio

Profissionais exercendo a profissão de Técnico de Operações e Serviços Bancários - Cambio processam operações de crédito, investimento e serviços bancários, obedecendo normas externas, emanadas de órgãos governamentais, e internas, da instituição que os empregam. Controlam as operações de concessão de crédito, investimento e serviços a pessoas físicas ou jurídicas, a fim de cumprir e fazer cumprir as normas e regras internas e de órgãos regulamentadores, tais como: banco central do brasil e secretaria da receita federal, entre outros. Atendem aos demais setores do banco, como seus clientes internos, e a órgãos governamentais, outros bancos e ao público em geral, como clientes externos, prestando-lhes informações sobre assuntos de sua competência. Podem coordenar recursos humanos, sob sua responsabilidade e exercer o monitoramento de serviços prestados por terceiros.

Algumas das principais funções da profissão

  • Demonstrar visão estratégica;
  • Transmitir arquivos via sistema;
  • Atualizar sistema de normas e regras;
  • Demonstrar iniciativa;
  • Efetuar transações entre contas;
  • Demonstrar comprometimento;
  • Proceder lançamentos de acertos;
  • Registrar importação, exportação e remessa financeira no banco central (sisbacen);
  • Encaminhar processos para cobrança judicial;
  • Receber malotes;
  • Assimilar mudanças;
  • Interpretar normas e regras internas e externas;
  • Demonstrar segurança;
  • Executar baixa ou liquidação de operação;
  • Solicitar liberação de recursos para operações de crédito, câmbio e serviços;
  • Trabalhar em equipe;
  • Obter autorização de cliente para operações;
  • Demonstrar comunicabilidade;
  • Demonstrar espírito empreendedor;
  • Demonstrar criatividade;
  • Alimentar sistema com informações pertinentes às carteiras;
  • Instruir funcionários sobre aplicação de normas e regras;
  • Demonstrar rapidez de raciocínio;
  • Emitir contratos ou aditivos de financiamento e de prestação de serviços;
  • Contatar órgãos governamentais (bc, bndes, srf);
  • Treinar funcionários;
  • Conferir documentação de clientes (pessoas física e jurídica) e da operação;
  • Trocar moedas entre bancos (câmbio e hedge);
  • Elaborar relatórios sobre posição de carteiras;
  • Enquadrar operações às normas internas e externas;
  • Tomar decisões;
  • Contatar instituições ou clientes internacionais;
  • Emitir carta de crédito;
  • Pesquisar informações sobre operações e documentação de clientes;
  • Dar suporte para outras áreas;
  • Encaminhar reclamações de clientes para o setor competente;
  • Administrar situações adversas;
  • Orientar clientes;
  • Demonstrar capacidade de análise técnica;
  • Checar documentos recebidos;
  • Demonstrar dinamismo;
  • Demonstrar flexibilidade;
  • Sanar dúvidas sobre rotinas;
  • Verificar documentação pendente;
  • Controlar prazo de validade de carta de crédito;
  • Cumprir normas e regras internas e externas;
  • Demonstrar persuasão;
  • Notificar clientes em débito;
  • Inspecionar aplicação de normas e regras;
  • Demonstrar equilíbrio emocional;
  • Efetuar controle contábil;

Onde o Técnico de Operações e Serviços Bancários - Cambio pode trabalhar

Técnicos em operações e serviços bancários rabalham em bancos e outras instituições de intermediação financeira como empregados assalariados, com registro em carteira, organizam- se em equipe, sob supervisão permanente, em ambientes fechados, nos horários diurnos, sob condições normais de trabalho.

Como trabalhar de Técnico de Operações e Serviços Bancários - Cambio

Para o exercício dessas ocupações requer-se formação de nível médio, seguida de cursos orientados para o trabalho, nas próprias instituiões. O pleno desempenho das atividades ocorre após um a dois anos de experiência, atuando sob supervisão constante de profissionais mais experientes.

Quanto ganha um Técnico de Operações e Serviços Bancários - Cambio

O Técnico de Operações e Serviços Bancários - Cambio tem um salário inicial de R$ 1.838,70 podendo chegar a R$ 5.587,85 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 2.661,00 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 3.092,77 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Técnico de Operações e Serviços Bancários - Cambio).

Qual a jornada de trabalho do Técnico de Operações e Serviços Bancários - Cambio

O Técnico de Operações e Serviços Bancários - Cambio trabalha em média 41 horas por semana (205 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.