O que faz um Técnico de Fundição em Siderurgia

Profissionais exercendo a profissão de Técnico de Fundição em Siderurgia elaboram padrões técnicos e operacionais de produção siderúrgica, promovem meios para o desenvolvimento profissional de equipes de trabalho, desenvolvem inovações em produtos e tecnologias siderúrgicas, programam e monitoram processos de fabricação de produtos siderúrgicos, elaboram relatórios técnicos de siderurgia, atuam no controle de qualidade e prestam assistência técnica de produtos, calculam variáveis de controle da produção siderúrgica.

Algumas das principais funções da profissão

  • Verificar desgaste de refratários, máquinas e equipamentos;
  • Inspecionar produtos visualmente;
  • Interpretar resultados de ensaios mecânicos, metalográficos e químicos;
  • Identificar necessidades de desenvolvimento de pessoal;
  • Analisar reclamações dos clientes;
  • Avaliar resultados;
  • Demonstrar iniciativa;
  • Definir prazos de entrega de produtos e serviços;
  • Validar resultados dos planos experimentais;
  • Elaborar projeto de fabricação de produtos siderúrgicos;
  • Elaborar planos experimentais de novos produtos e tecnologias;
  • Elaborar plano de desenvolvimento de pessoal;
  • Identificar necessidade de melhoria de produtos;
  • Emitir relatórios técnicos de produção;
  • Avaliar treinamentos;
  • Calcular adições de fundentes;
  • Identificar atividades técnicas e operacionais;
  • Monitorar resultados dos itens do controle de qualidade;
  • Trocar informações com clientes e fornecedores;
  • Coordenar paradas de equipamentos;
  • Trabalhar em equipe;
  • Analisar as causas dos defeitos;
  • Emitir relatórios de controle de qualidade;
  • Emitir informes técnicos;
  • Identificar necessidades dos clientes;
  • Monitorar a execução dos planos experimentais;
  • Emitir relatórios de reclamação de clientes;
  • Realizar ensaios físicos e químicos nos processos siderúrgicos;
  • Definir responsabilidades;
  • Calcular balanço térmico do processo;
  • Programar execução dos planos experimentais;
  • Elaborar manuais de procedimentos;
  • Elaborar planos de ações preventivas e corretivas;
  • Manter-se pontual e assíduo;
  • Avaliar defeitos de produtos;
  • Solicitar serviços terceirizados para manutenção e produção;
  • Demonstrar habilidades numéricas;
  • Manter-se flexível;
  • Interpretar desenhos técnicos;
  • Demonstrar habilidade na comunicação;
  • Emitir relatórios de planos experimentais;
  • Analisar aproveitamento de produtos não conformes;
  • Sugerir melhor forma de utilização dos produtos;
  • Ministrar treinamentos;
  • Solicitar contratação de terceiros para treinamentos;
  • Usar equipamentos de segurança;
  • Revisar padrões e procedimentos.;
  • Calcular área, volume e peso de produtos e equipamentos siderúrgicos;
  • Definir itens de controle da qualidade;
  • Cumprir procedimentos operacionais;
  • Calcular o balanço de massa;
  • Divulgar planos experimentais;
  • Emitir relatórios de visitas e assistência técnica;
  • Manter-se organizado;
  • Cumprir normas internas;
  • Calcular adições para correção química;
  • Normalizar padrões e procedimentos;
  • Adequar os processos às especificações dos clientes;
  • Tomar decisões;
  • Descrever as atividades relativas ao processo produtivo;

Onde o Técnico de Fundição em Siderurgia pode trabalhar

Técnicos em siderurgia esses trabalhadores atuam em áreas ligadas à metalurgia básica e fabricação de produtos de metal - exclusive máquina e equipamentos. São empregados com carteira assinada, trabalham em equipes de engenheiros, técnicos, supervisores, líder de grupo e operadores, com supervisão ocasional, em ambiente fechado e com rodízio de turnos de trabalho. Eventualmente, trabalham sob pressão, levando à situação de estresse constante e expostos a radiação, ruído intenso e altas temperaturas. Em algumas atividades podem trabalhar em grandes alturas ou em locais subterrâneos ou confinados e, no caso do técnico de redução na siderurgia, exposto a material tóxico.

Como trabalhar de Técnico de Fundição em Siderurgia

Para ingressar nessas ocupações requer-se curso técnico de qualificação profissional equivalente ao nível médio completo e experiência anterior de quatro a cinco anos para o técnico de fundição em siderurgia e técnico de refratário em siderurgia e menos de um ano para os demais.

Quanto ganha um Técnico de Fundição em Siderurgia

O Técnico de Fundição em Siderurgia tem um salário inicial de R$ 1.433,33 podendo chegar a R$ 4.157,70 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.948,00 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 2.287,65 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Técnico de Fundição em Siderurgia).

Qual a jornada de trabalho do Técnico de Fundição em Siderurgia

O Técnico de Fundição em Siderurgia trabalha em média 42 horas por semana (210 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.

Categoria Profissional: