O que faz um Técnico de Desenvolvimento de Análise Química

Profissionais exercendo a profissão de Técnico de Desenvolvimento de Análise Química executam ensaios físico-químicos, participam do desenvolvimento de produtos e processos, da definição ou reestruturação das instalações industriais, supervisionam operação de processos químicos e operações unitárias de laboratório e de produção, operam máquinas e/ou equipamentos e instalações produtivas, em conformidade com normas de qualidade, de boas práticas de manufatura, de biossegurança e controle do meio-ambiente. Interpretam manuais, elaboram documentação técnica rotineira e de registros legais. Podem ministrar programas de ações educativas e prestar assistência técnica. Todas as atividades são desenvolvidas conforme os limites de responsabilidade técnica, previstos em lei.

Algumas das principais funções da profissão

  • Definir matérias-primas e insumos;
  • Interpretar manuais de máquinas e equipamentos;
  • Demonstrar atenção e concentração;
  • Agir com dinamismo;
  • Realizar avaliação de desempenho;
  • Agir com perspicácia;
  • Utilizar instrumentos de medição e controle;
  • Registrar resultados de análises;
  • Especificar máquinas e equipamentos;
  • Preparar amostras;
  • Monitorar parâmetros de poluição ambiental;
  • Identificar necessidades do cliente;
  • Adequar produtos à necessidade do cliente;
  • Demonstrar criatividade;
  • Elaborar mapas de consumo de produtos controlados;
  • Definir fluxo de produção;
  • Participar na definição da viabilidade de produção do produto;
  • Atuar com liderança;
  • Utilizar normas técnicas;
  • Ministrar treinamento;
  • Manter bom relacionamento interpessoal;
  • Participar de auditorias de qualidade;
  • Organizar fluxo de produção;
  • Monitorar funcionamento de máquinas e equipamentos;
  • Realizar visitas técnicas;
  • Elaborar leiaute;
  • Emitir ordem de serviço;
  • Elaborar programas de treinamento;
  • Adaptar processo de produção ao produto;
  • Propor melhorias no processo de fabricação e produto;
  • Solicitar manutenção de máquinas e equipamentos;
  • Redigir procedimentos;
  • Coletar amostras;
  • Resolver problemas técnicos;
  • Levantar necessidades de treinamento;
  • Elaborar receitas para fabricação de produtos;
  • Dar provas de auto-organização;
  • Requerer licença de funcionamento;
  • Utilizar ferramentas da qualidade;
  • Preparar reagentes;
  • Acompanhar montagem e instalação de equipamentos;
  • Implementar ações corretivas e preventivas;
  • Empregar legislação vigente;
  • Demonstrar comprometimento com o trabalho;
  • Testar insumos e matérias-primas;
  • Identificar problemas técnicos;
  • Seguir procedimentos da qualidade;
  • Requerer registro do produto;
  • Definir material para embalagem do produto;
  • Emitir laudos técnicos;
  • Testar máquinas e equipamentos;
  • Especificar aplicações do produto;
  • Abastecer máquinas e equipamentos;
  • Testar produto acabado;
  • Definir equipes de trabalho;
  • Preparar material para treinamento;
  • Comunicar-se;
  • Redigir relatório técnico para legalização de produtos;
  • Efetuar controles no processo produtivo;
  • Garantir cumprimento de normas de segurança;
  • Pesquisar novas tecnologias;
  • Manter máquinas e equipamentos em condições de uso;
  • Propor alternativas para solução de problemas;
  • Definir processo de produção;
  • Analisar indicadores de qualidade;
  • Demonstrar iniciativa;
  • Coordenar equipes de trabalho;
  • Regular máquinas e equipamentos;
  • Elaborar cronograma de produção;
  • Redigir relatórios de análises;

Onde o Técnico de Desenvolvimento de Análise Química pode trabalhar

Técnicos químicos os técnicos químicos são empregados assalariados, com carteira assinada, que trabalham em indústrias químicas, petroquímicas, de açúcar e álcool, fármacos, alimentos, bebidas, papel e celulose, fertilizantes, tintas e vernizes, cosméticos e perfumes, materiais de construção, plásticos, refratários e cerâmicos. O trabalho é realizado em equipe e recebem supervisão ocasional. Algumas das atividades exercidas por estes profissionais, podem estar sujeitas a ruídos, poeira, gases, vapores e material tóxico.

Como trabalhar de Técnico de Desenvolvimento de Análise Química

Para o exercício dessas ocupações requer-se formação técnica profissionalizante de nível médio em habilitações como técnico em química, técnico em celulose e papel, técnico químico em curtimento e couro e outros cursos afins, com núcleo formativo em química e registro profissional no conselho competente. A formação generalista é mesclada com um enfoque especialista no qual o técnico se especializa no processo em que atua. Requer-se raciocínio sintético e analítico com competência para intervenções rápidas e apropriadas para o seu dia-a-dia no trabalho, principalmente em situações de risco. A atuação como técnico titular demanda, pelo menos, um ano de experiência na área.

Quanto ganha um Técnico de Desenvolvimento de Análise Química

O Técnico de Desenvolvimento de Análise Química tem um salário inicial de R$ 1.464,08 podendo chegar a R$ 5.746,16 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 2.000,00 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 2.815,98 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Técnico de Desenvolvimento de Análise Química).

Qual a jornada de trabalho do Técnico de Desenvolvimento de Análise Química

O Técnico de Desenvolvimento de Análise Química trabalha em média 42 horas por semana (210 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.

Categoria Profissional: