O que faz um Supervisor de Pintura (tratamento de Superfícies)

Profissionais exercendo a profissão de Supervisor de Pintura (tratamento de Superfícies) coordenam, orientam e treinam equipes de trabalho de usinagem, conformação e tratamento de metais, nos métodos, processos produtivos e da qualidade. Organizam equipamentos utilizados nos processos de produção, estruturando arranjos físicos e células de trabalho. Monitoram processos de usinagem, conformação e tratamento dos metais. Garantem a programação da produção, dimensionando disponibilidade dos equipamentos e definindo pessoal em função do tipo, da especificação do serviço, das prioridades e da seqüência da produção. Gerenciam recursos materiais, monitoram procedimentos e normas do sistema de qualidade da empresa. Coordenam ações voltadas para o meio ambiente e segurança do trabalho e elaboram documentação técnica.

Algumas das principais funções da profissão

  • Manter a disciplina;
  • Tratar com sigilo as informações internas da empresa;
  • Manter postura e ética profissional;
  • Visualizar de forma sistêmica os processos da empresa;
  • Realizar autocrítica;
  • Buscar o autodesenvolvimento;
  • Tomar decisões;
  • Comunicar-se de forma oral e escrita;
  • Liderar com autoridade profissional;
  • Atuar com flexibilidade;
  • Manter equilíbrio emocional;
  • Agir de forma exemplar;

Onde o Supervisor de Pintura (tratamento de Superfícies) pode trabalhar

Supervisores de usinagem, conformação e tratamento de metais atuam nas indústrias de fabricação de máquinas, equipamentos e produtos de metal, metalurgia básica, fabricação de máquinas, aparelhos e materiais, fabricação e montagem de veículos automotores. São empregados com carteira assinada, trabalham supervisionando diretamente uma equipe de trabalhadores de chão- de-fábrica, sob supervisão ocasional de engenheiros, em ambiente fechado e em rodízio de turnos diurno/noturno. Eventualmente, trabalham em posições desconfortáveis durante longos períodos, sob pressão, levando a situação de estresse, e em grandes alturas, como é o caso do mestre de caldeiraria. Podem ser expostos a materiais tóxicos, ruído intenso e, particularmente, no caso do mestre de fundição, a radiação e altas temperaturas.

Como trabalhar de Supervisor de Pintura (tratamento de Superfícies)

Para o exercício dessas ocupações requer-se o curso de formação profissional com equivalência ao ensino médio completo oferecido por instituições de formação profissional ou escolas técnicas. O pleno desempenho das atividades ocorre, em média, com cinco anos de prática profissional.

Quanto ganha um Supervisor de Pintura (tratamento de Superfícies)

O Supervisor de Pintura (tratamento de Superfícies) tem um salário inicial de R$ 1.869,95 podendo chegar a R$ 4.848,84 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 2.985,84 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 2.933,30 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Supervisor de Pintura (tratamento de Superfícies)).

Qual a jornada de trabalho do Supervisor de Pintura (tratamento de Superfícies)

O Supervisor de Pintura (tratamento de Superfícies) trabalha em média 43 horas por semana (215 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.