O que faz um Professor de Clínica Cirúrgica (ensino Superior)

Profissionais exercendo a profissão de Professor de Clínica Cirúrgica (ensino Superior) ministram atividades didáticas, preparam aulas teóricas e práticas para disciplinas das ciências biológicas e da saúde, do ensino superior, planejam cursos, realizam atividades de extensão e divulgam produção acadêmica. Orientam e avaliam alunos, participam da administração universitária, avaliam disciplinas e cursos, comunicam-se oralmente e por escrito. Podem desenvolver pesquisas.

Algumas das principais funções da profissão

  • Integrar corpo editorial de revistas;
  • Coordenar projetos institucionais;
  • Preparar avaliações;
  • Estimular realização de trabalhos em grupo;
  • Trabalhar em grupo;
  • Redigir relatórios técnicos, científicos e boletins;
  • Propor convênios;
  • Preparar apresentação de resultados;
  • Divulgar resultados de avaliação;
  • Demonstrar capacidade de organização;
  • Interpretar mensagens orais (compreensão oral);
  • Instruir alunos em técnicas especiais;
  • Definir elenco de disciplinas;
  • Identificar demanda de mercado;
  • Definir bibliografia;
  • Expressar-se oralmente;
  • Estabelecer intercâmbio científico;
  • Prestar assessorias e consultorias;
  • Desenvolver equipamentos e materiais;
  • Adaptar equipamentos e materiais;
  • Compor apresentação final de publicações;
  • Coletar dados;
  • Orientar percurso acadêmico do aluno;
  • Preparar documentação científica;
  • Atualizar literatura;
  • Produzir materiais iconográficos e ilustrativos;
  • Coordenar implantação de cursos;
  • Instruir alunos na formação de atitudes;
  • Elaborar ementas;
  • Obter financiamento para publicação;
  • Definir critérios e calendário de avaliação;
  • Demonstrar capacidade de motivação;
  • Redigir boletins;
  • Participar de órgãos colegiados;
  • Coordenar pesquisa;
  • Liderar pessoas;
  • Supervisionar estágios curriculares;
  • Implementar ações educativas e preventivas;
  • Integrar equipes de órgãos externos à instituição de ensino;
  • Coordenar seminários e grupos de discussão;
  • Organizar campanhas e programas de saúde e meio-ambiente;
  • Defender aprovação de cursos em instâncias pertinentes;
  • Argumentar com clareza e consistência;
  • Agir com disciplina;
  • Ter visão global;
  • Proferir palestras e conferências;
  • Participar da administração de hospitais universitários, ambulatórios, clínicas e outros (laboratório de análise);
  • Difundir métodos, técnicas e produtos, junto à comunidade;
  • Selecionar conteúdo;
  • Propor alterações em estrutura curricular;
  • Esclarecer dúvidas;
  • Providenciar aprovação junto ao comitê de ética em pesquisa;
  • Estimular desenvolvimento de conduta ética;
  • Definir perfil de profissional de conclusão;
  • Orientar sobre utilização de fontes de pesquisa;
  • Estimular atitude crítica;
  • Preparar material didático;
  • Integrar direção de associações científicas e profissionais;
  • Presidir órgãos colegiados;
  • Participar de bancas de seleção, qualificação e titulação;
  • Revisar avaliações;
  • Ministrar aulas práticas;
  • Definir carga horária;
  • Selecionar metodologia de ensino;
  • Gerenciar recursos das pesquisas;
  • Constituir corpo docente;
  • Agir com senso crítico;
  • Integrar equipes multidisciplinares de intervenção ambiental e comunitárias;
  • Demonstrar criatividade;
  • Demonstrar capacidade de análise;
  • Participar de bancas de concursos;
  • Orientar elaboração de projetos e textos científicos;
  • Participar de comissões;
  • Supervisionar experimentos;
  • Redigir textos didáticos, científicos e técnicos;
  • Treinar equipe de pesquisa;
  • Elaborar cronograma de atividades;
  • Estimular auto aprendizado;
  • Captar recursos materiais e financeiros;
  • Analisar dados;
  • Participar de eventos científicos;
  • Coordenar disciplinas;
  • Estimular desenvolvimento de competências e habilidades profissionais;
  • Ministrar atividades de campo;
  • Submeter textos para publicação;
  • Elaborar proposta de criação de curso;
  • Revisar textos;
  • Ministrar aulas expositivas;
  • Interpretar mensagens escritas (compreensão escrita);
  • Corrigir trabalhos acadêmicos;
  • Prestar assistência hospitalar, ambulatorial e comunitária;
  • Participar da administração de biotérios, museus, fazendas e outros;
  • Demonstrar capacidade de síntese;
  • Revisar literatura;
  • Analisar processo de avaliação;
  • Orientar sobre utilização de equipamentos e materiais;
  • Oferecer cursos;
  • Chefiar departamento;
  • Coordenar laboratórios de ensino e pesquisa;
  • Elaborar relatórios acadêmico-administrativos;
  • Definir políticas acadêmicas;
  • Executar consultoria ´ad hoc´;
  • Expressar-se por escrito;
  • Registrar frequência de aluno;
  • Estabelecer número de vagas;
  • Estabelecer metodologia de pesquisa;
  • Elaborar pareceres diversos;
  • Ensinar métodos e técnicas de pesquisa;
  • Constituir equipe de pesquisa;
  • Elaborar projetos;
  • Conceder entrevistas à mídia;
  • Orientar atividades de estágios, pesquisas e monitorias;
  • Coordenar eventos científicos;
  • Definir objetivos de cursos;
  • Identificar pré-requisitos;
  • Discutir avaliação com aluno;
  • Partilhar conhecimento;
  • Orientar execução de tarefas;
  • Registrar resultados de avaliações;
  • Coordenar missões científicas;
  • Orientar alunos em procedimentos de metodologia científica;

Onde o Professor de Clínica Cirúrgica (ensino Superior) pode trabalhar

Professores de ciências biológicas e da saúde do ensino superior os cargos dessa família CBO exercem suas funções em instituições cujas atividades relacionam-se ao ensino e à pesquisa e desenvolvimento. São empregados na condição de trabalhadores assalariados, com carteira assinada. Organizam-se em equipe de trabalho multidisciplinar, atuam com supervisão ocasional, em ambientes fechados e, geralmente, no período diurno. Em algumas ocupações os profisionais podem desenvolver suas atividades sob pressão, levando-as à situação de estresse, podem permanecer em posições desconfortáveis durante períodos de tempo e, ainda, podem estar expostos à ação de materiais tóxicos, radiação e ruído intenso.

Como trabalhar de Professor de Clínica Cirúrgica (ensino Superior)

Essas ocupações são exercidas por pessoas com formação superior, em geral complementada por especialização, mestrado, doutorado e pós-doutorado. Nas universidades públicas o acesso é por concurso.

Qual a formação mais comum para a profissão

A formação universitária mais comum para um Professor de Clínica Cirúrgica (ensino Superior) é a formação em Medicina para entrar e atuar no mercado de trabalho atual.

Quanto ganha um Professor de Clínica Cirúrgica (ensino Superior)

O Professor de Clínica Cirúrgica (ensino Superior) tem um salário inicial de R$ 2.007,76 podendo chegar a R$ 12.369,27 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 4.224,36 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 5.669,64 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Professor de Clínica Cirúrgica (ensino Superior)).

Qual a jornada de trabalho do Professor de Clínica Cirúrgica (ensino Superior)

O Professor de Clínica Cirúrgica (ensino Superior) trabalha em média 26 horas por semana (130 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.