O que faz um Professor de Ciência Politica do Ensino Superior

Profissionais exercendo a profissão de Professor de Ciência Politica do Ensino Superior preparam e ministram aula nas áreas de ciências humanas no ensino superior e orientam trabalhos acadêmicos, elaboram planos de ensino, supervisionam estágio, avaliam processos de ensino-aprendizagem, participam de processos de seleção e avaliação. Prestam assessoria técnico-científica, exercem atividades acadêmico-administrativas e constroem projetos político-pedagógicos. Podem desenvolver atividades de pesquisa e extensão.

Algumas das principais funções da profissão

  • Demonstrar capacidade de síntese;
  • Demonstrar capacidade de problematizar;
  • Demonstrar capacidade de reflexão;
  • Demonstrar capacidade de lidar com a diversidade;
  • Demonstrar capacidade de estabelecer interlocuções;
  • Exercer papéis de cidadania;
  • Demonstrar capacidade de observação;
  • Demonstrar capacidade de expressão oral;
  • Demonstrar capacidade de redação;
  • Demonstrar capacidade de contextualização;
  • Manter-se atualizado;
  • Demonstrar capacidade de polemização;
  • Demonstrar capacidade de mobilização;
  • Demonstrar capacidade de motivação;
  • Demonstrar capacidade de argumentação;
  • Demonstrar criatividade;

Onde o Professor de Ciência Politica do Ensino Superior pode trabalhar

Professores de ciências humanas do ensino superior exercem suas funções em instituições e entidades de ensino e são contratados na condição de trabalhadores com carteira assinada. Organizam-se em equipes de trabalho e também podem atuar de forma individual. Trabalham com supervisão ocasional, em ambientes fechados e a céu aberto, geralmente no período diurno. O exercício do trabalho pode se dar de forma presencial e à distância. Podem estar sujeitos a situação de estresse, devido a trabalhos sob pressão.

Como trabalhar de Professor de Ciência Politica do Ensino Superior

O exercício dessas ocupações requer ensino superior completo e títulos de pós-graduação ou especialização na área. É comum o ingresso e a progressão na carreira por intermédio de concursos, principalmente, na área pública. O pleno desempenho das atividades, como professor-titular, geralmente ocorre após três ou quatro anos de experiência.

Qual a formação mais comum para a profissão

A formação universitária mais comum para um Professor de Ciência Politica do Ensino Superior é a formação em Ciências Políticas para entrar e atuar no mercado de trabalho atual.

Quanto ganha um Professor de Ciência Politica do Ensino Superior

O Professor de Ciência Politica do Ensino Superior tem um salário inicial de R$ 2.133,76 podendo chegar a R$ 8.052,80 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 3.642,50 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 4.130,90 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Professor de Ciência Politica do Ensino Superior).

Qual a jornada de trabalho do Professor de Ciência Politica do Ensino Superior

O Professor de Ciência Politica do Ensino Superior trabalha em média 20 horas por semana (100 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.