O que faz um Produtor de Soja

Profissionais exercendo a profissão de Produtor de Soja selecionam a área, preparam o solo, produzem mudas e sementes, plantam, realizam tratos culturais e beneficiam a colheita de oleaginosas tais como amendoim, canola, colza, coco-da-baía, dendê, palma, girassol, linhaça, linho, mamona e soja. Administram e programam a produção.

Algumas das principais funções da profissão

  • Demonstrar visão empreendedora;
  • Demonstrar capacidade de liderança;
  • Monitorar umidade do solo;
  • Pesquisar mercado e preços;
  • Padronizar soja, canola, amendoim, girassol, linho e dendê;
  • Escolher equipamentos de colheita;
  • Orçar produção;
  • Colocar iscas e armadilhas para captura de insetos;
  • Induzir polinização;
  • Retirar impurezas da soja, canola, amendoim, linho e girassol;
  • Pesquisar técnicas;
  • Capinar plantas invasoras;
  • Demonstrar persistência;
  • Romper camada compactada do solo;
  • Dessecar área de plantio;
  • Definir métodos de conservação de solo;
  • Tratar semente com fungicidas, inseticidas, nematicidas, micronutrientes e outros;
  • Arrancar plantas atípicas;
  • Definir espaçamento de plantio;
  • Providenciar secagem de soja, canola, amendoim, linho e girassol;
  • Captar recursos financeiros;
  • Transportar produção;
  • Solicitar interpretação da análise do solo;
  • Demarcar área;
  • Gradear solo;
  • Irrigar culturas;
  • Abrir covas ou sulcos;
  • Verificar ponto de colheita;
  • Regular semeadeira;
  • Selecionar mudas e sementes;
  • Consorciar culturas;
  • Verificar perdas de colheita;
  • Comercializar produtos;
  • Identificar topografia;
  • Limpar terreno;
  • Manejar restos culturais (trituração, roçagem, retirada etc);
  • Enviar amostras para laboratório;
  • Manifestar sensibilidade com a terra, homem e animais;
  • Estabelecer periodicidade de colheita;
  • Peletizar sementes;
  • Roçar plantas invasoras;
  • Identificar fauna e flora;
  • Armazenar colheita;
  • Divulgar produtos em meios de comunicação;
  • Demonstrar força física;
  • Testar germinação e vigor;
  • Arar solo;
  • Administrar custos;
  • Monitorar estado fitossanitário da cultura;
  • Investigar profundidade e textura de solo;
  • Demonstrar poder de decisão;
  • Elaborar relatório de produção;
  • Comunicar-se;
  • Regular equipamentos de colheita;
  • Adubar covas ou sulcos;
  • Aplicar corretivos em solo (calcário, fosfato, gesso agrícola etc);
  • Expurgar pragas de grãos armazenados;
  • Coletar amostras de solo;
  • Inocular sementes;
  • Inspecionar área;
  • Definir épocas de plantio;
  • Aplicar produtos fitossanitários químicos e biológicos;
  • Pesar produtos;

Onde o Produtor de Soja pode trabalhar

Produtores agrícolas na cultura de plantas oleaginosas o trabalho é exercido por proprietários e arrendatários que trabalham em plantações de portes variados. As culturas de dendê e coco são produzidas em pequenas propriedades, a soja é cultivada em pequenas, médias e grandes plantações. O trabalho é exposto a variações climáticas, a riscos de acidentes na manipulação de instrumentos, máquinas e agrotóxicos.

Como trabalhar de Produtor de Soja

O acesso ao trabalho é livre, sem exigência de escolaridade ou formação profissional. O desempenho pleno das atividades dessas ocupações requer cinco anos de experiência.

Quanto ganha um Produtor de Soja

O Produtor de Soja tem um salário inicial de R$ 1.158,94 podendo chegar a R$ 1.950,67 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.421,00 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.362,41 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Produtor de Soja).

Qual a jornada de trabalho do Produtor de Soja

O Produtor de Soja trabalha em média 44 horas por semana (220 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.