O que faz um Preparador de Aglomerados de Minérios e Rochas

Profissionais exercendo a profissão de Preparador de Aglomerados de Minérios e Rochas pesquisam subsolo da jazida e retiram amostras de minerais sólidos, carvão e outros tipos de rochas, pedras preciosas e semipreciosas da superfície e do interior de minas, pedreiras, terra firme, barrancos e leitos de rios, por meio de furos de sondagem. Inspecionam frentes de trabalho para operação de equipamentos. Instalam cavilhas e chumbadores nos tetos ou paredes da galeria (mina subterrânea). Realizam desmonte mecânico, hidráulico e manual de rochas e controlam o transporte e o tráfego de tais produtos.

Algumas das principais funções da profissão

  • Guardar testemunho;
  • Demonstrar disciplina;
  • Quartear amostras;
  • Adicionar o testemunho em recipiente apropriado;
  • Demonstrar autocrítica;
  • Identificar testemunho;
  • Montar equipamentos de sondagem;
  • Homogeneizar amostras coletadas;
  • Demonstrar iniciativa;
  • Demonstrar ética;
  • Demonstrar resistência à pressão;
  • Demonstrar flexibilidade;
  • Demonstrar senso de orientação;
  • Inspecionar equipamentos de amostragem;
  • Demonstrar criatividade;
  • Demonstrar organização;
  • Demonstrar responsabilidade;
  • Retirar umidade das amostras;
  • Encaminhar as amostras para análise;
  • Demostrar acuidade visual e auditiva;
  • Pulverizar amostras;
  • Arquivar amostras para contraprova;
  • Trabalhar em equipe;
  • Coletar o testemunho de sondagem;
  • Demonstrar resistência física;
  • Demonstrar coordenação motora;
  • Efetuar furos de sondagem;
  • Encaminhar testemunho para análise;
  • Demonstrar comunicabilidade;
  • Identificar amostras;
  • Registrar dados da amostras;
  • Coletar amostrar;
  • Trabalhar conforme normas de segurança, saúde ocupacional e meio ambiente;

Onde o Preparador de Aglomerados de Minérios e Rochas pode trabalhar

Trabalhadores da extração de minerais sólidos a maior parte dos trabalhadores são empregados com registro em carteira e trabalham sob supervisão permanente, em locais com grandes alturas e subterrâneo, em exposição aos agentes ambientais (sol, chuva, umidade e vento) e os provocados por explosivos nas minas (poeira, gases, materiais tóxicos e ruídos..). É condição básica para ingressar nesta família ocupacional, experiência de um ano em atividades monitoradas, no caso da ocupação de detonador, a experiência exigida é de três a quatro anos. Trabalham sempre em equipes de campo, pesquisa, laboratório, manutenção, operação e de detonação.

Como trabalhar de Preparador de Aglomerados de Minérios e Rochas

O nível de escolaridade exigido aos trabalhadores desta família ocupacional é entre a quinta e a oitava séries do ensino fundamental. As atividades exercidas abrangem os seguintes ramos: extração de carvão mineral, extração de minerais metálicos e extração de outros minerais.

Quanto ganha um Preparador de Aglomerados de Minérios e Rochas

O Preparador de Aglomerados de Minérios e Rochas tem um salário inicial de R$ 1.122,51 podendo chegar a R$ 1.843,02 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.218,00 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.275,21 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Preparador de Aglomerados de Minérios e Rochas).

Qual a jornada de trabalho do Preparador de Aglomerados de Minérios e Rochas

O Preparador de Aglomerados de Minérios e Rochas trabalha em média 43 horas por semana (215 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.