O que faz um Operador de Salina (Sal Marinho)

Profissionais exercendo a profissão de Operador de Salina (Sal Marinho) pesquisam e preparam áreas para extração de minérios, providenciam máquinas, equipamentos, ferramentas e acessórios de segurança, exploram mina, beneficiam o minério e comercializam o minério. Preparam área para extração e processam o sal, controlam a quantidade de sal da salmoura e extraem o sal.

Algumas das principais funções da profissão

  • Demonstrar conhecimentos básicos na área;
  • Controlar a salmoura da lavagem do sal;
  • Manter a conservação das paredes;
  • Orientar a operação de bombas de captação;
  • Demonstrar persistência;
  • Demonstrar vocação para a ocupação;
  • Demonstrar consciência em preservação ambiental;
  • Controlar o abastecimento dos cristalizadores;
  • Estocar o sal para a cura;
  • Demonstrar senso de observação;
  • Plainar áreas;
  • Demonstrar sensibilidade;
  • Construir áreas para evaporação;
  • Encaminhar a amostra para análise.;
  • Demonstrar disposição para o trabalho;
  • Construir paredões e divisórias;
  • Providenciar grupo gerador;
  • Instalar grupo gerador;
  • Acompanhar a extração do sal;
  • Controlar drenagem dos cristalizadores;
  • Localizar compradores para o minério;
  • Demonstrar controle emocional;
  • Efetuar cálculo para definição do volume de sal a ser colhido;
  • Instalar energia elétrica;
  • Operar o bombeamento entre os evaporadores e cristalizadores;
  • Identificar condições topográficas da extração do sal;
  • Controlar a qualidade da salmoura no processo de fabricação do sal;
  • Construir área para cristalização;
  • Providenciar reposição de peças desgastadas;
  • Escolher terreno;
  • Definir programa de extração do sal;
  • Controlar a lâmina de água e a densidade da salmoura (área de evaporação);
  • Drenar os cristalizadores.;
  • Afiar ferramentas;
  • Processar a lavagem do sal;
  • Captar água do mar;
  • Canalizar o terreno;
  • Controlar a operação de bombas de captação;
  • Tomar consciência da necessidade de segurança no trabalho;
  • Definir espessura da lâmina de sal;
  • Identificar locais para instalação das bombas de captação;
  • Encaminhar material de análise para o laboratório;
  • Identificar terrenos ideais;
  • Alinhar lâminas;
  • Contabilizar a produção do sal;
  • Demonstrar paciência;

Onde o Operador de Salina (Sal Marinho) pode trabalhar

Garimpeiros e operadores de salinas trabalham em garimpo de minerais metálicos e em extração de sal, em salinas. Os garimpeiros trabalham por conta própria, sem supervisão. Os salineiros trabalham na condição de assalariado, com carteira assinada, sob supervisão permanente. O exercício dessas ocupações expõe o trabalhador a materiais tóxicos, radiação, ruído intenso, altas temperaturas.

Como trabalhar de Operador de Salina (Sal Marinho)

O acesso à ocupação de garimpeiro é livre, com escolaridade média de ensino fundamental. O requisito de escolaridade para os operadores de salina é de ensino médio completo. O aprendizado do trabalho ocorre na prática. O pleno exercício das atividades requer de um a dois anos de experiência.

Quanto ganha um Operador de Salina (Sal Marinho)

O Operador de Salina (Sal Marinho) tem um salário inicial de R$ 1.100,00 podendo chegar a R$ 1.274,92 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.100,00 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.100,00 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Operador de Salina (Sal Marinho)).

Qual a jornada de trabalho do Operador de Salina (Sal Marinho)

O Operador de Salina (Sal Marinho) trabalha em média 43 horas por semana (215 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.

Categoria Profissional: