O que faz um Operador de Máquinas de Centrifugar (tratamentos Químicos e Afins)

Profissionais exercendo a profissão de Operador de Máquinas de Centrifugar (tratamentos Químicos e Afins) preparam o local de trabalho e operam filtro-prensa, filtros de secagem, tambor, esteira e centrifugadora, amostram materiais, coletando, identificando e analisando-os, registrando e comparando resultados da análise, controlam estoque de materiais e equipamentos e aplicam normas e procedimentos de segurança.

Algumas das principais funções da profissão

  • Realizar inspeção nos equipamentos operacionais;
  • Utilizar equipamento de proteção individual (epi);
  • Conferir informações operacionais, repassadas pelo turno anterior;
  • Transferir materiais e equipamentos para unidade base e operativa;
  • Comparar resultados das análises com especificações do produto;
  • Verificar equipamentos de controle;
  • Controlar variáveis do processo;
  • Relatar situações de risco;
  • Registrar resultados da análise das amostras;
  • Cumprir procedimentos operacionais da empresa;
  • Receber materiais e equipamentos;
  • Demostrar sociabilidade;
  • Coletar amostras;
  • Alimentar a centrífuga;
  • Ajustar variáveis no processo, em caso de não-conformidade;
  • Analisar amostras;
  • Limpar centrífuga periodicamente;
  • Trabalhar de acordo com as normas de segurança, higiene, saúde e meio ambiente da empresa;
  • Requisitar materiais sobressalentes;
  • Demostrar criticidade;
  • Identificar amostras;
  • Desligar a centrífuga para retirada dos produtos;
  • Armazenar materiais e equipamentos;
  • Bloquear equipamentos, em situação de risco;
  • Atualizar banco de dados do estoque de materiais e equipamentos;
  • Acionar centrífuga na rotação preestabelecida;
  • Solicitar material e equipamento, para uso e reposição;
  • Demonstrar senso de responsabilidade;
  • Adicionar produto químico específico;
  • Utilizar ferramentas específicas para as atividades;
  • Demonstrar comunicabilidade;
  • Selecionar ferramentas de trabalho;
  • Manipular produtos químicos;
  • Conservar limpa a área de trabalho;
  • Tomar iniciativa;
  • Vedar as unidades da centrífuga;
  • Relatar informações, para o turno posterior;
  • Solicitar manutenção corretiva dos equipamentos do processo;
  • Prever quantidade de materiais e equipamentos;
  • Ajustar rotação, conforme processo;
  • Demonstrar criatividade;
  • Inspecionar locais de trabalho;
  • Demostrar dinamismo;

Onde o Operador de Máquinas de Centrifugar (tratamentos Químicos e Afins) pode trabalhar

Operadores de equipamentos de filtragem e separação os cargos dessa família CBO são empregados na condição de trabalhadores assalariados com carteira assinada e podem atuar em empresas do ramo de extração de minerais metálicos, fabricação de produtos químicos, metalurgia básica, captação, purificação e distribuição de água, limpeza urbana e de esgoto. O trabalho é organizado na forma de turnos de produção e equipes de operação, é realizado em ambientes fechados e a céu aberto, podendo haver exposição a materiais tóxicos, ruído intenso e altas temperaturas. Os profissionais atuam sob supervisão permanente e o horário de trabalho é em sistema de rodízio de turnos, que podem ocorrer em períodos diurnos e noturnos.

Como trabalhar de Operador de Máquinas de Centrifugar (tratamentos Químicos e Afins)

Essas ocupações são exercidas por trabalhadores com escolaridade de ensino médio concluído e, para algumas delas, curso de qualificação profissional em nível básico, com carga horária de duzentas a quatrocentas horas. O desempenho pleno das atividades profissionais se dá em menos de um ano de experiência.

Quanto ganha um Operador de Máquinas de Centrifugar (tratamentos Químicos e Afins)

O Operador de Máquinas de Centrifugar (tratamentos Químicos e Afins) tem um salário inicial de R$ 1.206,27 podendo chegar a R$ 2.128,29 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.500,00 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.470,19 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Operador de Máquinas de Centrifugar (tratamentos Químicos e Afins)).

Qual a jornada de trabalho do Operador de Máquinas de Centrifugar (tratamentos Químicos e Afins)

O Operador de Máquinas de Centrifugar (tratamentos Químicos e Afins) trabalha em média 43 horas por semana (215 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.