O que faz um Operador de Gaseificação de Carvão

Profissionais exercendo a profissão de Operador de Gaseificação de Carvão preparam máquinas e equipamentos para operação e controlam o funcionamento das caldeiras e a qualidade da água ou do combustível. Operam sistemas de bombeamento e compressores de ar e controlam o funcionamento de máquinas e instalações fixas. Efetuam atividades para produção de gás de hulha e distribuem utilidades, identificando redes de distribuição, interpretando fluxograma de distribuição, elaborando procedimentos operacionais. Realizam operações de abastecimento e destanqueio de aeronaves. Realizam manutenção de rotina em máquinas e equipamentos e trabalham segundo normas e procedimentos de segurança.

Algumas das principais funções da profissão

  • Auxiliar na análise preliminar de riscos;
  • Programar máquinas;
  • Trabalhar em equipe;
  • Monitorar manutenção de máquinas e equipamentos;
  • Identificar defeitos;
  • Bloquear equipamentos em situação de risco;
  • Interpretar normas de segurança e de meio ambiente;
  • Interpretar normas técnicas operacionais;
  • Acionar máquinas e equipamentos;
  • Realizar pequenos reparos;
  • Controlar umidade do carvão;
  • Elaborar relatórios de funcionamento;
  • Efetuar análises granulométrica do carvão;
  • Demonstrar senso de responsabilidade;
  • Demonstrar iniciativa;
  • Realizar testes a frio nas baterias;
  • Inspecionar máquinas e equipamentos;
  • Conferir quantidades de carvão na torre das baterias;
  • Demonstrar capacidade de concentração;
  • Adaptar-se a situações adversas;
  • Solicitar a manutenção de máquinas e equipamentos;
  • Demonstrar capacidade de cumprir normas e procedimentos;
  • Testar o funcionamento de máquinas e equipamentos;
  • Trabalhar sob pressão;
  • Estar comprometido com a preservação do meio ambiente;
  • Zelar pelo patrimônio da empresa;
  • Armazenar resíduos em condições seguras;
  • Demonstrar predisposição para atualização profissional;
  • Inspecionar carregamento de carvão nas baterias;
  • Demonstrar senso de organização;
  • Carregar baterias com carvão;
  • Usar equipamentos de proteção individual;
  • Trabalhar com atenção;
  • Identificar condições inseguras;
  • Demonstrar capacidade de comunicação verbal e escrita;

Onde o Operador de Gaseificação de Carvão pode trabalhar

Operadores de máquinas a vapor e utilidades atuam na fabricação de produtos de madeira, de pastas, papel e derivados, de minerais não-metálicos e de fabricação de coque, refino de petróleo, elaboração de combustíveis nucleares e produção de álcool. Atuam no recebimento, armazenamento, controle de qualidade e distribuição de combustível de aviação. São empregados com carteira assinada, trabalham em equipe, sob supervisão ocasional, em ambiente fechado ou a céu aberto ou em veículos, nos períodos diurno e noturno e em rodízio de turnos. Permanecem em posições desconfortáveis durante longos períodos, trabalham sob pressão e podem atuar em condições especiais de trabalho tais como em grandes alturas, ambiente subterrâneo ou confinado. No desenvolvimento de algumas atividades podem permanecer expostos à ação de materiais tóxicos, radiação, ruído intenso e altas temperaturas.

Como trabalhar de Operador de Gaseificação de Carvão

Para o exercício dessas ocupações requer-se, predominantemente, ensino médio incompleto e curso básico de qualificação profissional com até duzentas horas-aula. Para as ocupações operador de estação de bombeamento, maquinista de embarcações e operador de abastecimento de combustível de aeronave requer-se ensino médio concluído. Ao operador de estação de bombeamento e ao maquinista de embarcações, é exigido curso técnico em áreas correlatas requer- se curso básico de mais de 400 horas, curso de Brigada de Incêndio e curso MOPP para o operador de abastecimento de combustível de aeronave. O pleno desempenho das atividades pode ocorrer entre um e quatro anos de experiência profissional, dependendo da ocupação.

Quanto ganha um Operador de Gaseificação de Carvão

O Operador de Gaseificação de Carvão tem um salário inicial de R$ 1.219,18 podendo chegar a R$ 1.749,09 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.429,90 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.328,16 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Operador de Gaseificação de Carvão).

Qual a jornada de trabalho do Operador de Gaseificação de Carvão

O Operador de Gaseificação de Carvão trabalha em média 43 horas por semana (215 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.