O que faz um Operador de Bolsa de Mercadorias e Futuros

Profissionais exercendo a profissão de Operador de Bolsa de Mercadorias e Futuros negociam operações no mercado financeiro nacional e internacional, intermediam negócios de mercadorias e serviços, como compra e venda de títulos, moedas e mercadorias nos mercados a vista e futuros, realizam pesquisa e análise de mercado, por meio de jornais, revistas, relatórios de consultorias e órgãos especializados. Fecham operações, exercem atividades de captação e manutenção de clientes, atendendo às suas necessidades e orientando-os com relação às aplicações e momentos adequados, gerenciam posições.

Algumas das principais funções da profissão

  • Informar cliente sobre legislação em vigor;
  • Acompanhar resultados das operações;
  • Visitar clientes e investidores;
  • Contatar clientes;
  • Inteirar-se das atuações do banco central;
  • Colher informações sobre taxas e preços;
  • Acompanhar emissão de nota fiscal;
  • Gerenciar posições da carteira própria;
  • Trocar informações com profissionais da área;
  • Decidir sobre momento para fechamento;
  • Identificar necessidades de clientes e investidores;
  • Analisar ofertas e demandas;
  • Acompanhar colocações do tesouro nacional;
  • Comprar moedas (entre bancos) e clientes internacionais;
  • Executar operações de swaps (troca de indexadores);
  • Demonstrar versatilidade;
  • Inteirar-se das decisões e resoluções dos órgãos reguladores;
  • Providenciar transporte;
  • Formalizar fechamento;
  • Demonstrar capacidade de persuasão;
  • Selecionar taxas e preços;
  • Atuar com agilidade física;
  • Apregoar operações com gestos, expressões corporais e verbais;
  • Expor tendências de mercado;
  • Demonstrar iniciativa;
  • Demonstrar senso de oportunidade;
  • Demonstrar credibilidade;
  • Relatar situação do mercado;
  • Acatar instruções do cliente;
  • Montar estrutura e cálculo de operações;
  • Examinar relatórios de consultorias e departamentos especializados;
  • Respeitar limites operacionais dos órgãos reguladores;
  • Nivelar posição do caixa;
  • Vender títulos privados e públicos;
  • Inteirar-se das atividades do dia;
  • Comprar moedas prontas (a vista) e futuras (pf e pj);
  • Verificar enquadramento fiscal do cliente;
  • Comprar títulos privados e públicos;
  • Emitir parecer para mesa de operações;
  • Calcular taxas e preços;
  • Demonstrar relacionamento interpessoal com clientes e pares;
  • Analisar sazonalidade das commodities;
  • Tomar decisões rápidas;
  • Atualizar-se profissionalmente;
  • Acompanhar noticiários;
  • Intermediar negócios de títulos representativos de mercadorias;
  • Analisar quantidade e qualidade do produto;
  • Especificar necessidades dos clientes e investidores;
  • Demonstrar postura profissional;
  • Providenciar transferência de propriedade dos produtos;
  • Identificar cliente e investidor potencial;
  • Elaborar mapas estatísticos;
  • Acompanhar entrega de mercadorias;
  • Executar ordens de compra e venda de ações, ativos financeiros e commodities, nos mercados a termo;
  • Demonstrar capacidade de audição seletiva;
  • Demonstrar raciocínio lógico;
  • Respeitar limites operacionais institucionais;
  • Detalhar informações sobre os produtos;
  • Aproximar negócios entre clientes;
  • Preparar relatórios;
  • Executar ordens de compra e venda de ações, ativos financeiros e commodities, nos mercados a vista;
  • Fechar operações de financiamento e garantias no comércio exterior;
  • Vender moedas (entre bancos) e clientes internacionais;
  • Projetar cenários de mercado;
  • Comunicar-se no mercado, conforme perfil do cliente;
  • Executar ordens de compra e venda de ativos financeiros por opções;
  • Contatar órgãos reguladores;
  • Analisar preços e taxas;
  • Oferecer alternativas ao cliente, para tomada de decisão;
  • Acompanhar informações meteorológicas;
  • Demonstrar qualidade de voz e dicção;
  • Confirmar operações realizadas;
  • Demonstrar estabilidade emocional;
  • Atuar com diligência;
  • Acompanhar volume, preços e taxas negociados;
  • Realizar operações de empréstimos;
  • Adaptar produto às necessidades do cliente;
  • Demonstrar objetividade;
  • Realizar atividades de manutenção do cliente;
  • Intermediar negócios de fretes, energia elétrica e outros;
  • Vender moedas prontas (a vista) e futuras (pfe pj);
  • Apresentar estrutura de cálculos ao cliente;
  • Emitir parecer para clientes;
  • Monitorar operações e negócios do cliente;
  • Definir preço e taxa para fechamento;
  • Analisar gráficos e dados estatísticos;
  • Expressar-se com clareza;
  • Identificar oportunidades de negócios;
  • Executar ordens de compra e venda de ações, ativos financeiros e commodities, nos mercados a futuro;

Onde o Operador de Bolsa de Mercadorias e Futuros pode trabalhar

Corretores de valores, ativos financeiros, mercadorias e derivativos exercem suas funções em corretoras de valores, de mercadorias e derivativos e em instituições de intermediação financeira, como empregados com carteira assinada, ou como autônomo. Atuam de forma individual e também em equipe, sob supervisão ocasional, em ambientes fechados, no período diurno. Algumas atividades exigem que o profissional permaneça em pé por longos períodos (operador de pregão). Trabalham sob pressão de horários e prazos, estão expostos à ação de ruído intenso e sobrecarga do uso da voz, condições que podem ocasionar estresse.

Como trabalhar de Operador de Bolsa de Mercadorias e Futuros

O exercício dessa ocupação requer escolaridade de nível superior ou experiência equivalente, acrescida de cursos específicos na área de até duzentas horas-aula. O exercício pleno das atividades profissionais ocorre após o período de um a dois anos de experiência.

Quanto ganha um Operador de Bolsa de Mercadorias e Futuros

O Operador de Bolsa de Mercadorias e Futuros tem um salário inicial de R$ 1.386,22 podendo chegar a R$ 8.625,60 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 2.598,34 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 3.895,50 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Operador de Bolsa de Mercadorias e Futuros).

Qual a jornada de trabalho do Operador de Bolsa de Mercadorias e Futuros

O Operador de Bolsa de Mercadorias e Futuros trabalha em média 42 horas por semana (210 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.