O que faz um Montador de Instrumentos de Corda

Profissionais exercendo a profissão de Montador de Instrumentos de Corda projetam instrumentos musicais, distinguem acústicas de materiais para a fabricação dos instrumentos musicais e preparam matérias- primas para confecção dos instrumentos. Confeccionam componentes dos instrumentos, realizam acabamentos, montam, afinam, consertam e vendem instrumentos musicais.

Algumas das principais funções da profissão

  • Proceder lixamento primário em superfície;
  • Encordoar instrumentos;
  • Realizar controle dimensional dos instrumentos;
  • Preparar superfícies dos instrumentos;
  • Regular tensores de instrumentos;
  • Regular componentes eletro-eletrônicos;
  • Definir os tipos de cortes dos materiais;
  • Selecionar meios de transporte para entrega;
  • Pesquisar mercados;
  • Detectar vazão de ar nos instrumentos de sopro;
  • Avaliar tempo de execução;
  • Desmontar o instrumento;
  • Limpar orifícios das flautas;
  • Agir com paciência;
  • Pesquisar fontes fornecedoras de componentes;
  • Identificar a viabilidade da reforma;
  • Confeccionar ferramentas;
  • Construir peças de reposição;
  • Instalar componentes eletro-eletrônicos;
  • Calandrar madeiras e metais;
  • Instalar traste;
  • Definir medidas;
  • Definir matéria-prima e seus rendimentos;
  • Preencher relatórios;
  • Aplicar banhos eletrostáticos nos instrumentos;
  • Aceitar responsabilidade;
  • Soldar componentes metálicos;
  • Demonstrar destreza manual;
  • Colar materiais;
  • Montar instrumentos;
  • Restaurar instrumentos;
  • Operar máquinas;
  • Selecionar máquinas e acessórios;
  • Limpar lâminas de madeira, metal e sintéticas;
  • Instalar proteção contra agentes externos;
  • Demonstrar acuidade auditiva;
  • Tingir lâminas de madeira;
  • Calcular custos;
  • Armazenar instrumentos;
  • Polir superfícies de instrumentos musicais;
  • Transmitir confiança ao cliente;
  • Avaliar a geração do som;
  • Orçar custos;
  • Esboçar croqui;
  • Instalar tensores;
  • Substituir componentes da máquina;
  • Desdobrar madeira;
  • Operar diapazão;
  • Aceitar mudança;
  • Trabalhar com segurança;
  • Participar da elaboração de manuais técnicos;
  • Analisar a satisfação do cliente;
  • Demonstrar capacidade de cumprimento de prazo de entrega de produtos e serviços;
  • Comprar peças e componentes;
  • Colher informações do cliente;
  • Redimensionar componentes acústicos;
  • Planejar etapas de fabricação;
  • Demonstrar criatividade;
  • Prensar lâminas de madeira para compensado;
  • Manusear gabaritos;
  • Analisar aspecto físico dos instrumentos;
  • Organizar local de trabalho;
  • Separar componentes;
  • Operar instrumentos de medição;
  • Secar madeira na estufa;
  • Divulgar produtos;
  • Confeccionar protótipo;
  • Pintar instrumentos;
  • Jatear com areia as superfícies dos instrumentos metálicos e peles sintéticas;
  • Acondicionar madeira, metais, sintéticos e outros;
  • Ajustar peças;
  • Demonstrar aptidão para crescimento profissional;
  • Comunicar-se;
  • Preencher histórico dos instrumentos;
  • Avaliar as informações do cliente;
  • Trabalhar em equipe;
  • Construir moldes;
  • Estabelecer mecanismo de cobrança;
  • Etiquetar os instrumentos com a marca;
  • Identificar diferentes timbres;
  • Demonstrar instrumentos;
  • Revisar componentes mecânicos;
  • Regular máquinas;
  • Analisar as propriedades de ressonância dos materiais;
  • Comparar sons por audição;
  • Calcular custos de vendas;
  • Manter-se atualizado com as inovações tecnológicas;
  • Regular componentes dos instrumentos;
  • Unir componentes dos instrumentos musicais;
  • Acompanhar as tendências do mercado;
  • Classificar madeira, pele animal, sintéticos e metais;
  • Embalar os instrumentos;

Onde o Montador de Instrumentos de Corda pode trabalhar

Confeccionadores de instrumentos musicais atuam na indústria de instrumentos musicais, e nos serviços de reparação de objetos pessoais e domésticos. São empregados com carteira assinada ou trabalham por conta- própria. Quando empregados, trabalham sob supervisão permanente, em horário diurno ou com rodízio de turnos. Como autônomos, têm horário livre. Executam suas atividades de forma individual e em ambiente fechado. Eventualmente, trabalham em posições desconfortáveis durante longos períodos e expostos a materiais tóxicos e ruído intenso. Estão sujeitos à pressão de trabalho que pode ocasionar estresse.

Como trabalhar de Montador de Instrumentos de Corda

Para o exercício dessas ocupações requer-se ensino médio concluído e curso básico de qualificação profissional em torno de duzentas horas- aula. O pleno desempenho das atividades ocorre com a prática no local de trabalho.

Quanto ganha um Montador de Instrumentos de Corda

O Montador de Instrumentos de Corda tem um salário inicial de R$ 1.343,68 podendo chegar a R$ 2.232,38 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.461,56 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.534,25 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Montador de Instrumentos de Corda).

Qual a jornada de trabalho do Montador de Instrumentos de Corda

O Montador de Instrumentos de Corda trabalha em média 44 horas por semana (220 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.