O que faz um Monitor de Teleatendimento

Profissionais exercendo a profissão de Monitor de Teleatendimento operam equipamentos, atendem, transferem, cadastram e completam chamadas telefônicas locais, nacionais e internacionais, comunicando- se formalmente em português e/ou línguas estrangeiras. Auxiliam o cliente, fornecendo informações e prestando serviços gerais. Podem treinar funcionários e avaliar a qualidade de atendimento do operador, identificando pontos de melhoria.

Algumas das principais funções da profissão

  • Fazer monitoria ativa;
  • Relatar informações de troca de turno;
  • Atualizar código de grupo;
  • Conservar equipamentos de trabalho;
  • Demonstrar entusiasmo;
  • Elaborar gráficos de desempenho;
  • Instruir funcionários sobre sistemas operacionais;
  • Cadastrar números de telefones;
  • Elaborar relatórios mensais;
  • Consultar código de grupo;
  • Encaminhar reclamações ao supervisor;
  • Registrar reclamações de trote;
  • Higienizar equipamentos de trabalho;
  • Simular situações reais;
  • Demonstrar capacidade de assimilação;
  • Sugerir agenda de folgas;
  • Demonstrar imparcialidade;
  • Demonstrar paciência;
  • Pesquisar banco de dados telefônico;
  • Manter sigilo;
  • Atentar para comunicados na tela do computador;
  • Saudar o cliente;
  • Identificar tipo de chamada;
  • Controlar frequência de funcionários;
  • Orientar funcionários sobre mudanças de procedimento;
  • Avaliar qualidade de atendimento do operador;
  • Atualizar cadastro;
  • Permutar dias e turnos de trabalho;
  • Analisar fluxo diário de ligações;
  • Enviar correio eletrônico;
  • Documentar serviços prestados;
  • Informar códigos de área nacionais e internacionais;
  • Monitorar tempo de atendimento;
  • Reorientar práticas de trabalho (reciclagem);
  • Demonstrar respeito com o cliente;
  • Consultar banco de dados de procedimentos via internet;
  • Elaborar revezamento;
  • Comunicar-se em outros idiomas;
  • Viabilizar descanso de onze horas;
  • Atualizar painel de procedimentos;
  • Digitar teclados;
  • Propor medidas corretivas;
  • Orientar novos funcionários sobre normas internas da empresa;
  • Transmitir normas de atendimento padrão;
  • Identificar-se (nome do atendente);
  • Demonstrar segurança;
  • Redimensionar escala de trabalho para feriados e datas especiais;
  • Demonstrar prontidão;
  • Participar de cursos específicos;
  • Monitorar tempo de pausa;
  • Difundir alerta aos funcionários;
  • Escutar atentamente (saber ouvir);
  • Retornar contato com cliente;
  • Demonstrar autocontrole;
  • Demonstrar cordialidade;
  • Pronunciar-se claramente;
  • Demonstrar objetividade;
  • Demonstrar agilidade;
  • Replicar informações da empresa aos funcionários;
  • Remanejar dias e turnos de trabalho conforme fluxo de ligações;
  • Acompanhar execução dos trabalhos;
  • Adequar o tom de voz;
  • Falar formalmente;
  • Dominar o idioma inglês;
  • Responder a questionários de avaliação interna;
  • Demonstrar pontualidade;
  • Verificar diariamente correio eletrônico;
  • Completar chamadas nacionais e internacionais;
  • Preencher livros de ocorrências diárias;
  • Verificar cumprimento das normas de atendimento;
  • Otimizar distribuição de operadores;
  • Identificar pontos de melhoria;
  • Transmitir informações corretamente;
  • Responder questionários mensais sobre procedimentos operacionais;
  • Direcionar cliente a outros serviços;
  • Ouvir o cliente;
  • Consultar terminal de informações;

Onde o Monitor de Teleatendimento pode trabalhar

Operadores de telefonia os trabalhadores dessas ocupações têm vínculo de trabalho assalariado, com carteira assinada. Atuam, predominantemente, em empresas de saúde, serviços sociais, correios e telecomunicações. Trabalham com supervisão, em ambientes fechados, revezamento de turnos, com compromisso de manter sigilo. O trabalho é exercido sob pressão e exposto a ruído intenso, levando a situação de estresse. Os trabalhadores estão sujeitos a lesões buco-maxilar-auditivas e por esforços repetitivos. A transferência de funções de telefonistas para sistemas automatizados de mensagens, bem como a migração para outras ocupações, como telemarketing, tendem a diminuir o emprego nessa ocupação.

Como trabalhar de Monitor de Teleatendimento

Essas ocupações são exercidas por trabalhadores com escolaridade de nível médio, exceto a telefonista para a qual é requerido, no mínimo, o ensino fundamental. A formação profissional ocorre com a prática de um a dois anos, no local de trabalho.

Quanto ganha um Monitor de Teleatendimento

O Monitor de Teleatendimento tem um salário inicial de R$ 1.162,25 podendo chegar a R$ 2.175,26 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.408,84 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.443,31 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Monitor de Teleatendimento).

Qual a jornada de trabalho do Monitor de Teleatendimento

O Monitor de Teleatendimento trabalha em média 40 horas por semana (200 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.

Categoria Profissional: