O que faz um Maraqueiro - no Garimpo

Profissionais exercendo a profissão de Maraqueiro - no Garimpo pesquisam e preparam áreas para extração de minérios, providenciam máquinas, equipamentos, ferramentas e acessórios de segurança, exploram mina, beneficiam o minério e comercializam o minério. Preparam área para extração e processam o sal, controlam a quantidade de sal da salmoura e extraem o sal.

Algumas das principais funções da profissão

  • Furar rochas com brocas e aço manual;
  • Demonstrar vocação para a ocupação;
  • Selecionar o local a ser explodido;
  • Demonstrar persistência;
  • Fazer reflorestamento do terreno;
  • Providenciar reposição de peças desgastadas;
  • Afiar ferramentas;
  • Providenciar manutenção de máquinas e equipamentos;
  • Canalizar o terreno;
  • Encaminhar material de análise para o laboratório;
  • Providenciar grupo gerador;
  • Solicitar a autorização a órgãos competentes (requerimento de pesquisa, plano de pesquisa, lavras);
  • Instalar grupo gerador;
  • Demonstrar disposição para o trabalho;
  • Demonstrar paciência;
  • Retirar impurezas manualmente;
  • Negociar o valor do minério;
  • Viabilizar recursos (parceiros, financiamento etc.) para exploração da jazida;
  • Recompor as áreas exploradas;
  • Tomar consciência da necessidade de segurança no trabalho;
  • Apontar ferramentas;
  • Apurar o mineral na bateia;
  • Britar material resultante da explosão;
  • Estudar o produto extraído da mina;
  • Fazer trincheiras (escavações);
  • Identificar o material resultante da explosão;
  • Moer material britado;
  • Recolher material para análise geológica;
  • Passar mineral na peneira;
  • Distribuir o minério em lotes (gemas);
  • Demonstrar sensibilidade;
  • Detonar explosivo;
  • Providenciar equipamentos de segurança (equipamentos de proteção individual);
  • Passar o material na mesa vibratória;
  • Reconhecer a cor do minério gema;
  • Avaliar jazidas (viabilidade);
  • Apurar o mineral através de eletroímãs;
  • Arrendar terreno;
  • Passar mineral na caixa manual;
  • Classificar o minério;
  • Demonstrar consciência em preservação ambiental;
  • Contratar serviços para elaboração do plano de impacto ambiental;
  • Identificar terrenos ideais;
  • Planejar a quantidade de explosivo para a mina;
  • Embalar o minério;
  • Demonstrar conhecimentos básicos na área;
  • Regularizar a compra de explosivo junto ao exército;
  • Diferenciar filões primários dos secundários;
  • Identificar condições topográficas;
  • Instalar energia elétrica;
  • Demonstrar controle emocional;
  • Selecionar material resultante da explosão;
  • Enviar amostra para análise em laboratório credenciado para obter o certificado de peso e qualidade;
  • Alinhar lâminas;
  • Carregar furos com explosivos;
  • Demonstrar senso de observação;
  • Limpar banqueta (local de trabalho);
  • Martelar o minério (gema);
  • Ponteirar rochas (deslocar rochas);
  • Localizar filões;

Onde o Maraqueiro - no Garimpo pode trabalhar

Garimpeiros e operadores de salinas trabalham em garimpo de minerais metálicos e em extração de sal, em salinas. Os garimpeiros trabalham por conta própria, sem supervisão. Os salineiros trabalham na condição de assalariado, com carteira assinada, sob supervisão permanente. O exercício dessas ocupações expõe o trabalhador a materiais tóxicos, radiação, ruído intenso, altas temperaturas.

Como trabalhar de Maraqueiro - no Garimpo

O acesso à ocupação de garimpeiro é livre, com escolaridade média de ensino fundamental. O requisito de escolaridade para os operadores de salina é de ensino médio completo. O aprendizado do trabalho ocorre na prática. O pleno exercício das atividades requer de um a dois anos de experiência.

Quanto ganha um Maraqueiro - no Garimpo

O Maraqueiro - no Garimpo tem um salário inicial de R$ 1.120,91 podendo chegar a R$ 2.183,84 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.232,28 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.388,24 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Maraqueiro - no Garimpo).

Qual a jornada de trabalho do Maraqueiro - no Garimpo

O Maraqueiro - no Garimpo trabalha em média 42 horas por semana (210 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.

Categoria Profissional: