O que faz um Kardexista

Profissionais exercendo a profissão de Kardexista organizam documentos e informações. Orientam usuários e os auxiliam na recuperação de dados e informações. Disponibilizam fonte de dados para usuários. Providenciam aquisição de material e incorporam material ao acervo. Arquivam documentos, classificando- os segundo critérios apropriados para armazená-los e conservá-los. Prestam serviço de comutação, alimentam base de dados e elaboram estatísticas. Executam tarefas relacionadas com a elaboração e manutenção de arquivos, podendo ainda, operar equipamentos reprográficos, recuperar e preservar as informações por meio digital, magnético ou papel.

Algumas das principais funções da profissão

  • Inventariar o acervo;
  • Demonstrar controle emocional;
  • Introduzir novas informações em banco de dados;
  • Guardar material nas estantes;
  • Montar sumários correntes;
  • Montar arquivos nas formas eletrônica e papel;
  • Controlar a utilização dos materiais;
  • Demonstrar cordialidade;
  • Demonstrar capacidade de localização;
  • Entrevistar o usuário;
  • Aplicar penalidades por atraso;
  • Vender informações e publicações;
  • Ler estantes;
  • Negociar com o usuário;
  • Permutar material com outras instituições;
  • Indicar fontes similares;
  • Preparar material para digitação;
  • Demonstrar capacidade de organização;
  • Pedir emprestado materiais de outras instituições;
  • Desmagnetizar material bibliográfico;
  • Realizar mediação entre o usuário e o detentor do direito à informação;
  • Registrar documentos;
  • Esclarecer dúvidas do usuário;
  • Antecipar devolução;
  • Acessar sistema de aquisição de material;
  • Orçar pedido do cliente;
  • Levantar preço do material;
  • Demonstrar agilidade;
  • Organizar fisicamente o acervo;
  • Reservar material para o usuário;
  • Preparar dados;
  • Repor fichas nos livros;
  • Demonstrar atenção ao detalhe;
  • Propor aquisição do material;
  • Realizar exposições temporárias e permanentes do acervo;
  • Controlar a qualidade do material;
  • Magnetizar material;
  • Auxiliar a catalogação do material;
  • Arquivar documentos nas formas eletrônica e papel;
  • Alfabetar fichas;
  • Expor novas aquisições;
  • Solicitar fatura (invoice);
  • Conferir material adquirido;
  • Emprestar materiais para uso domiciliar;
  • Fornecer resultados para análise do acervo;
  • Pesquisar dados;
  • Demonstrar criatividade;
  • Receber devolução de materiais do acervo;
  • Registrar a entrada do material;
  • Disponibilizar documentos em formato digital;
  • Atualizar base de dados do acervo;
  • Controlar embalagem e armazenamento de material;
  • Desinfetar material;
  • Organizar dados estatísticos;
  • Emprestar materiais para outras instituições;
  • Emprestar material para outros setores da instituição;
  • Solicitar doações;
  • Encadernar material;
  • Reclamar falhas no processo de comutação;
  • Fazer preparo físico do material;
  • Elaborar relatórios;
  • Acrescentar dados à planilha pré-existente;
  • Tipificar arquivos;
  • Higienizar material;
  • Colocar número de chamada no material;
  • Comunicar-se;
  • Listar material bibliográfico em duplicata;
  • Orientar o usuário sobre a utilização do material;
  • Demonstrar solicitude;
  • Colocar códigos de barras;
  • Comunicar chegada de material ao usuário;
  • Organizar sites de entidades normativas;
  • Revisar o estado físico dos materiais devolvidos;
  • Atender pesquisa do usuário;
  • Arquivar fichas;
  • Classificar documentos;
  • Controlar parâmetros ambientais para preservação;
  • Demonstrar paciência;
  • Revisar coleta de dados;

Onde o Kardexista pode trabalhar

Auxiliares de serviços de documentação, informação e pesquisa trabalham nas mais variadas atividades econômicas onde haja documentos, fitas, vídeos e outros objetos de acervo documental. Predominantemente atuam em bibliotecas e centros de documentação nas áreas de ensino e pesquisa, saúde, serviços sociais, redes de rádio e televisão, bancos, empresas de processamento de dados, em instituições públicas, privadas e ong. Organizam-se em equipes e podem atuar em mutirão, sem horário fixo. Em algumas atividades, podem atuar à distância (codificador de dados). Trabalham em ambiente fechado, em diferentes horários - diurno, noturno, em rodízio de turno e em horários irregulares. Podem permanecer por longos períodos em posições desconfortáveis. Em algumas atividades estão sujeitos à poeira e à materiais tóxicos.

Como trabalhar de Kardexista

O exercício dessas ocupações requer escolaridade de nível médio e curso básico profissionalizante de até duzentas horas. O pleno desempenho das atividades ocorre após um a dois anos de experiência.

Quanto ganha um Kardexista

O Kardexista tem um salário inicial de R$ 1.160,02 podendo chegar a R$ 1.859,91 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.406,00 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.349,13 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Kardexista).

Qual a jornada de trabalho do Kardexista

O Kardexista trabalha em média 43 horas por semana (215 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.