O que faz um Hidrobiologista

Profissionais exercendo a profissão de Hidrobiologista estudam seres vivos, desenvolvem pesquisas na área de biologia, biologia molecular, biotecnologia, biologia ambiental e epidemiologia e inventariam biodiversidade. Organizam coleções biológicas, manejam recursos naturais, desenvolvem atividades de educação ambiental. Realizam diagnósticos biológicos, moleculares e ambientais, além de realizar análises clínicas, citológicas, citogênicas e patológicas. Podem prestar consultorias e assessorias.

Algumas das principais funções da profissão

  • Preparar amostras para análise;
  • Identificar espécies;
  • Estudar ciclos de vida;
  • Elaborar projetos pedagógicos;
  • Estudar função e estrutura dos seres vivos;
  • Manter criadouro;
  • Gerenciar projetos;
  • Desenvolver programas de controle de pragas, doenças, parasitas e vetores;
  • Definir objetivos;
  • Demonstrar capacidade de investigação;
  • Desenvolver senso crítico;
  • Elaborar material didático;
  • Treinar professores em educação ambiental;
  • Estudar genética e evolução dos seres vivos;
  • Quantificar espécies e espécimes;
  • Aplicar resultados de pesquisa;
  • Orientar ecoturismo para educação ambiental;
  • Interpretar resultados de análises;
  • Demonstrar capacidade de discernimento;
  • Orientar junto a sociedade trabalhos de manejo, preservação e conservação;
  • Redigir trabalhos científicos para publicação;
  • Atuar em jardins botânicos e zoológicos;
  • Manejar recursos pesqueiros;
  • Organizar oficinas, cursos e palestras;
  • Atuar em unidades de conservação;
  • Avaliar desempenho dos alunos;
  • Identificar demanda;
  • Divulgar informações sobre qualidade da água de abastecimento;
  • Avaliar resultados da pesquisa;
  • Manejar espécies silvestres e exóticas;
  • Demonstrar iniciativa;
  • Monitorar projetos;
  • Orientar pesquisa científica, trabalhos técnicos e didáticos;
  • Elaborar planos estratégicos;
  • Elaborar projetos de desenvolvimento sustentável;
  • Classificar espécies;
  • Realizar levantamentos nos diferentes biomas;
  • Divulgar informações sobre projeto;
  • Prestar informações sobre conservação de recursos naturais;
  • Demonstrar objetividade;
  • Orientar pesquisas;
  • Emitir laudos de diagnósticos;
  • Montar criadouro;
  • Executar levantamentos sócio - econômicos e ambientais;
  • Emitir laudos de análises;
  • Manter bancos de material biológico;
  • Acompanhar projetos pedagógicos;
  • Montar coleções biológicas;
  • Manter coleções biológicas;
  • Estabelecer medidas de manejo de recursos naturais renováveis;
  • Estudar origem dos seres vivos;
  • Definir cronograma de atividades;
  • Operar instrumentos e equipamentos de análise;
  • Fixar metas;
  • Demonstrar adaptabilidade;
  • Definir metodologia;
  • Demonstrar criatividade;
  • Desenvolver projetos de reflorestamento;
  • Preparar aulas teóricas e práticas;
  • Desenvolver projeto para manejo de lixo doméstico, industrial e hospitalar;
  • Assessorar tecnicamente museus e exposições temáticas;
  • Formular hipóteses;
  • Preparar material para coleções;
  • Demonstrar meticulosidade;
  • Realizar aconselhamento genético;
  • Controlar qualidade do processo de análise;
  • Emitir relatórios de impacto ambiental;
  • Desenvolver atividades de integração do homem com a natureza;
  • Coordenar equipes;
  • Administrar recursos financeiros;
  • Elaborar currículo;
  • Estudar aspectos bioquímicos, biofísicos e moleculares;
  • Realizar perícia;
  • Elaborar materiais de divulgação de educação ambiental;
  • Executar projetos de desenvolvimento sustentável;
  • Desenvolver projetos de reaproveitamento de água servida;
  • Coletar amostras;
  • Demonstrar capacidade de observação;
  • Manejar recursos hídricos;
  • Demonstrar perseverança;
  • Elaborar banco de dados;
  • Organizar atividades de reciclagem de materiais;
  • Documentar através de fotos, filmagem, ilustração e material científico;
  • Analisar dados da pesquisa;
  • Definir indicadores de avaliação;
  • Elaborar emendas e programas de disciplinas;
  • Evidenciar capacidade de ponderação;
  • Trabalhar em equipe;
  • Estabelecer medidas de conservação de recursos naturais renováveis;
  • Revelar senso de organização;
  • Ministrar aulas;
  • Participar da operacionalização de projetos;
  • Analisar amostras;
  • Manejar recursos florestais;
  • Desenvolver ética;
  • Elaborar prognósticos (manejo, preservação, recuperação do meio ambiente, desenvolv. sócio-econ.);
  • Analisar a distribuição espacial e temporal;
  • Organizar atividades sobre higiene, educação sanitária e degradação ambiental;
  • Demonstrar capacidade de formular questões;
  • Delimitar área de amostragem;
  • Definir parceiros executivos;
  • Montar bancos de material biológico;
  • Classificar amostras;
  • Elaborar relatórios técnicos;
  • Demonstrar capacidade crítica;
  • Avaliar projetos;
  • Realizar exames;
  • Realizar ensaios;
  • Atuar como responsável técnico em empresas, ongs, fundações e instituições públicas;
  • Estudar relação dos seres vivos e ambiente (biótico e abiótico);
  • Elaborar diagnóstico preliminar para desenvolvimento de pesquisas;
  • Elaborar projetos de educação ambiental para área rural;
  • Interpretar variáveis bióticas e abióticas;

Onde o Hidrobiologista pode trabalhar

Biólogos trabalham em hospitais, laboratórios, jardins zoológicos e botânicos, parques e reservas naturais, estações bioecológicas e áreas de proteção ambiental, herbários, biotérios, criadouros, estações de cultivo. São encontrados em órgãos governamentais e não- governamentais, empresas públicas e privadas, universidades, como empregados ou prestadores de serviços, consultores, peritos. Quando trabalham em institutos de pesquisa e universidades são geralmente classificados como pesquisadores e professores. O trabalho é exercido em escritórios e laboratórios e também a céu aberto, tanto em período diurno como em rodízio de turnos. Em algumas atividades podem estar expostos aos efeitos de materiais tóxicos e da radiação.

Como trabalhar de Hidrobiologista

As ocupações da família exigem no mínimo o nível superior completo na área. As exigências do mercado valorizam os títulos de pós- graduação lato sensu e stricto sensu.

Qual a formação mais comum para a profissão

A formação universitária mais comum para um Hidrobiologista é a formação em Biologia para entrar e atuar no mercado de trabalho atual.

Quanto ganha um Hidrobiologista

O Hidrobiologista tem um salário inicial de R$ 1.737,07 podendo chegar a R$ 4.944,05 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 2.750,00 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 2.875,08 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Hidrobiologista).

Qual a jornada de trabalho do Hidrobiologista

O Hidrobiologista trabalha em média 40 horas por semana (200 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.

Categoria Profissional: