O que faz um Guarda-roupeiro de Televisão

Profissionais exercendo a profissão de Guarda-roupeiro de Televisão limpam, arrumam, organizam, vistoriam e abastecem apartamentos, camarotes, camarins, quartos e banheiros, em hotéis, teatros, estúdios de televisão e cinema, navios e estabelecimentos similares, mantém em ordem, conservam, classificam e organizam os figurinos e vestuários de clientes e atores, identificando e controlando as saídas, devoluções e substituições das roupas e acessórios, atendem e auxiliam os hóspedes e atores em suas solicitações e necessidades pessoais e profissionais.

Algumas das principais funções da profissão

  • Requisitar materiais para o almoxarifado;
  • Dar assistência aos atores no estúdio e na coxia;
  • Transmitir sugestões dos atores para os figurinistas;
  • Atuar em situações de emergências;
  • Registrar objetos esquecidos por hóspedes e atores;
  • Entregar material de cena para os atores;
  • Relatar ocorrências durante a viagem;
  • Identificar as roupas da programação;
  • Organizar materiais e equipamentos de uso diário;
  • Verificar o estado de móveis e instalações;
  • Manter em ordem figurinos e adereços de uso diário;
  • Preparar o ambiente para desinfecção e desinfestação dos apartamentos e camarins;
  • Demonstrar agilidade;
  • Manter silencio;
  • Estimar prazos necessários para execução dos serviços;
  • Atender necessidades pessoais específicas de hóspedes e atores;
  • Trabalhar em equipe;
  • Disponibilizar os figurinos de acordo com o roteiro;
  • Elaborar lista de materiais e equipamentos necessários para viagens e filmagens ou gravações externa;
  • Solicitar manutenção de equipamentos e instalações;
  • Garantir a continuidade dos figurinos;
  • Posicionar os figurinos pela coxia e sets de filmagens para espetáculos, gravações ou filmagens;
  • Relatar barulhos e ruídos suspeitos nos apartamentos, camarotes e camarins;
  • Providenciar materiais para gravações e filmagens futuras;
  • Manifestar segurança;
  • Avaliar a qualidade do serviço executado;
  • Comunicar-se via telefone, bip e rádio;
  • Demonstrar boas maneiras;
  • Trabalhar em conformidade com o manual de procedimentos;
  • Informar problemas ocorridos com hóspedes, elenco e colaboradores;
  • Participar de reuniões;
  • Registrar as saídas e devoluções de figurinos para filmagens e gravações externas;
  • Manifestar solidariedade;
  • Engraxar sapatos;
  • Demonstrar flexibilidade;
  • Solicitar reposição de materiais e equipamentos em falta;
  • Demonstrar comportamento ético;
  • Verificar o funcionamento dos equipamentos;
  • Solicitar compras de figurinos em substituição;
  • Demonstrar discrição;
  • Participar de programas de treinamento;
  • Solucionar problemas relativos ao local de trabalho;
  • Relatar a presença de pessoas estranhas nos andares e camarins;
  • Demonstrar asseio;
  • Evidenciar criatividade;
  • Classificar o acervo de figurinos de acordo com temas;
  • Recolher os figurinos e acessórios após o espetáculo, gravação ou filmagem;
  • Auxiliar os atores nas saídas do palco em cenas sem iluminação (´ blackout´);
  • Desmontar o camarim;
  • Demonstrar responsabilidade;
  • Vestir os atores no camarim antes do início do espetáculo, gravação ou filmagem;
  • Posicionar-se de acordo com as ´deixas´ do ator para troca de figurinos;
  • Distribuir os atores pelos camarins;
  • Trocar as roupas dos atores durante o espetáculo, gravação ou filmagem;
  • Distribuir os figurinos pelos camarins;
  • Evidenciar capacidade de conviver com diferentes pessoas;
  • Passar os figurinos;
  • Conservar o acervo de figurinos;
  • Montar camarim;
  • Acondicionar figurinos para viagens e gravações ou filmagens externas;
  • Controlar saídas do figurino para lavanderia e filmagens ou gravações externas;
  • Manifestar preocupação com detalhes;
  • Demonstrar atenção;
  • Vistoriar os camarins;
  • Fazer ajustes e consertos em figurinos e vestuário;
  • Zelar pelos pertences pessoais dos hóspedes e atores;
  • Zelar pelo conforto acústico da área em que atua;
  • Dialogar com hóspedes e elenco;

Onde o Guarda-roupeiro de Televisão pode trabalhar

Camareiros, roupeiros os camareiros de hotel e de televisão têm vínculo formal de emprego. Atuam nos ramos de atividade de hotelaria, alimentação, atividades recreativas, culturais e desportivas. Trabalham em equipe, com supervisão permanente ou ocasional. O ambiente de trabalho é fechado, com exceção dos que trabalham em televisão ou cinema que, eventualmente, podem trabalhar a céu aberto. O horário de trabalho é diurno, podendo haver rodízio de turnos no caso dos trabalhadores de hotéis.

Como trabalhar de Guarda-roupeiro de Televisão

O acesso ao emprego ocorre por meio de cursos profissionalizantes básicos de até duzentas horas-aula. Os empregos de camareiro de embarcações e de hotel são acessíveis a pessoas sem experiência profissional e com escolaridade até a 4ª série do ensino fundamental. Para as outras ocupações da família é exigido de um a dois anos de experiência e escolaridade de 4ª a 7ª séries do ensino fundamental.

Quanto ganha um Guarda-roupeiro de Televisão

O Guarda-roupeiro de Televisão tem um salário inicial de R$ 1.171,55 podendo chegar a R$ 2.903,49 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.450,97 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.704,22 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Guarda-roupeiro de Televisão).

Qual a jornada de trabalho do Guarda-roupeiro de Televisão

O Guarda-roupeiro de Televisão trabalha em média 42 horas por semana (210 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.

Categoria Profissional: