O que faz um Forneiro de Reaquecimento e Tratamento Térmico na Metalurgia

Profissionais exercendo a profissão de Forneiro de Reaquecimento e Tratamento Térmico na Metalurgia realizam fundição e tratamento térmico de metais e ligas e preparam fornos para operação, carregando-os com materiais. Ajustam a composição química de ligas metálicas, realizam vazamento de metal e preparam fornos para manutenção. Registram as ocorrências técnicas e operacionais e trabalham em conformidade a normas e procedimentos técnicos e de qualidade, segurança, higiene, saúde e preservação ambiental.

Algumas das principais funções da profissão

  • Providenciar primeiros socorros;
  • Retirar camada refratária de fornos;
  • Compartilhar conhecimentos e informações;
  • Registrar consumo de materiais e insumos;
  • Avaliar resultados de análises de composição química do metal;
  • Alimentar fornos;
  • Respeitar áreas de risco;
  • Transportar cargas, com equipamentos;
  • Homogeneizar metal;
  • Resfriar fornos;
  • Completar carga de metal do forno;
  • Controlar quantidade de carga;
  • Demonstrar resistência física a altas temperaturas;
  • Acionar sistemas de segurança de equipamentos;
  • Extrair metal do forno;
  • Revestir fornos com material refratário;
  • Retirar acessórios elétricos e mecânicos;
  • Trabalhar em equipe;
  • Controlar temperatura de metais;
  • Verificar condições físico-químicas da carga;
  • Registrar dimensões do metal e do produto;
  • Requisitar materiais de consumo;
  • Distribuir a carga no forno;
  • Registrar produção diária;
  • Relatar atos e condições inseguras aos membros da cipa;
  • Agir com criatividade;
  • Respeitar normas e procedimentos de segurança;
  • Verificar condições de funcionamento de equipamentos e acessórios;
  • Controlar tempo e temperatura de tratamento térmico da carga;
  • Utilizar equipamentos de proteção individual e coletiva;
  • Relacionar-se com outras pessoas;
  • Demonstrar capacidade de avaliação;
  • Tomar decisões;
  • Identificar atos e condições inseguras;
  • Autocontrolar-se;
  • Definir temperatura para tratamento térmico e fusão;
  • Manusear equipamentos de combate a incêndio;
  • Acionar sistema de aquecimento e resfriamento;
  • Monitorar funcionamento de fornos;
  • Manter o local de trabalho limpo e organizado;
  • Verificar validade e condições de equipamentos de combate a incêndio;
  • Registrar temperatura do metal e do produto;
  • Preparar cargas;
  • Identificar necessidade de substituição de equipamentos de proteção;
  • Reparar revestimentos refratários;
  • Registrar paradas de equipamentos e de máquinas;
  • Analisar funcionamento de fornos;
  • Definir sequência de operação;
  • Registrar resultados de testes e ensaios;
  • Selecionar cargas;
  • Inspecionar sucata e matéria-prima;
  • Coletar amostras de material para análise laboratorial;
  • Preparar ferramentas;
  • Participar de ações de prevenção de acidentes propostas pela empresa;
  • Respeitar normas de preservação ambiental;
  • Manter pontualidade e assiduidade na troca de turnos;
  • Monitorar sistema de aquecimento e resfriamento;
  • Transferir cargas entre fornos;
  • Desligar fornos;
  • Elaborar relatórios técnicos;

Onde o Forneiro de Reaquecimento e Tratamento Térmico na Metalurgia pode trabalhar

Forneiros metalúrgicos (segunda fusão e reaquecimento) profissionais nessa família CBO, exercem o cargo na fabricação de produtos de metal, de siderurgia e de máquinas e equipamentos como empregados com carteira assinada. Organizam-se em grupos de trabalho, com supervisão ocasional, em ambientes fechados e no sistema de rodízio de turnos (diurno/noturno). Podem permanecer em posições desconfortáveis durante longos períodos e expostos à ação de materiais tóxicos, radiação, ruído intenso, altas temperaturas, riscos de explosões e riscos de lesões cutâneas causadas por respingos de materiais.

Como trabalhar de Forneiro de Reaquecimento e Tratamento Térmico na Metalurgia

Formação e experiência para o exercício dessas ocupações requer-se ensino fundamental concluído e curso básico de qualificação profissional de duzentas a quatrocentas horas-aula. O pleno desempenho das atividades ocorre entre um e dois anos de experiência profissional.

Quanto ganha um Forneiro de Reaquecimento e Tratamento Térmico na Metalurgia

O Forneiro de Reaquecimento e Tratamento Térmico na Metalurgia tem um salário inicial de R$ 1.429,88 podendo chegar a R$ 2.773,84 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.739,13 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.810,56 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Forneiro de Reaquecimento e Tratamento Térmico na Metalurgia).

Qual a jornada de trabalho do Forneiro de Reaquecimento e Tratamento Térmico na Metalurgia

O Forneiro de Reaquecimento e Tratamento Térmico na Metalurgia trabalha em média 43 horas por semana (215 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.