O que faz um Fiscal Urbano

Profissionais exercendo a profissão de Fiscal Urbano realizam vistorias e fiscalizações,lavram autos e termos, exercem poder de polícia administrativa, fiscalizam ordenamento urbano, realizam diligência, aditam processos na fiscalização de atividades nas áreas urbanas e rurais.

Algumas das principais funções da profissão

  • Fiscalizar obras edificações e urbanismo;
  • Estabelecer prazo para corrigir irregularidades;
  • Administrar conflitos;
  • Contornar situações adversas;
  • Realizar medições;
  • Solicitar abertura de processo;
  • Solicitar apoio operacional;
  • Demonstrar objetividade;
  • Fotografar ocorrências/irregularidades;
  • Embargar obras;
  • Demonstrar capacidade de liderança;
  • Deslocar-se até local de vistoria;
  • Emitir pareceres;
  • Apreender bens, animais, materiais e equipamentos;
  • Fiscalizar posturas;
  • Acompanhar demolições de obras e edificações;
  • Fiscalizar poluição visual;
  • Dar voz de prisão;
  • Demonstrar impessoalidade;
  • Demonstrar imparcialidade;
  • Coordenar ações de fiscalização;
  • Fiscalizar atividades econômicas;
  • Trabalhar sob pressão;
  • Fiscalizar poluição sonora;
  • Enquadrar a infração na legislação;
  • Fiscalizar atividades em áreas públicas;
  • Fiscalizar transporte urbano;
  • Demonstrar equilíbrio emocional;
  • Mapear áreas;
  • Demonstrar proatividade;
  • Identificar infrator;
  • Demonstrar iniciativa;
  • Verificar existência de irregularidades;
  • Ponderar opiniões divergentes;
  • Elaborar relatórios;
  • Comandar operações fiscais;
  • Usar e.p.i.;
  • Receber demanda/denúncia;
  • Transcrever legislação;
  • Encaminhar documentação para abertura de processo;
  • Participar de operações fiscais;
  • Propor correções/soluções;
  • Participar da interdições em situação de risco iminente;
  • Planejar ações de fiscalização;
  • Consultar legislação;
  • Realizar georreferenciamento;
  • Acompanhar remoções de bens, materiais e equipamentos;
  • Elaborar relatório fotográfico;
  • Fiscalizar limpeza e higienização urbana;
  • Acompanhar lacrações;
  • Constatar ocorrências;
  • Usar e.p.c.;
  • Fiscalizar acessibilidade urbana;
  • Identificar responsável pelo local;
  • Participar de operações especiais/integradas/conjuntas;
  • Propor cassação de licenças;
  • Liberar licença ambiental urbana;
  • Acionar órgãos técnicos competentes;
  • Interditar edificações em situação de risco iminente;
  • Fiscalizar condições sanitárias;
  • Verificar conformidades/zoneamento;
  • Verificar documentação;
  • Verificar conformidades do projeto com a atividades/obras;
  • Responder as solicitações de informações (responder consultas;
  • Analisar defesa do infrator (réplica);
  • Analisar processos;
  • Descrever ato infracional;
  • Encaminhar infrator para delegacia de polícia;
  • Interditar atividades econômicas;
  • Consultar sistema e banco de dados;
  • Cadastrar autos e termos;
  • Trabalhar em equipe;
  • Cassar licenças;
  • Dar ciência de autos e termos ao infrator;
  • Organizar operações fiscais;
  • Realizar fiscalização ambiental urbana;
  • Lacrar instalações físicas;
  • Calcular valor da multa;
  • Identificar - se ao responsável;
  • Comandar demolição de obras/edificações;
  • Monitorar processos;
  • Solicitar documentação do responsável e do local;
  • Orientar população;
  • Verificar pagamento de taxas;

Onde o Fiscal Urbano pode trabalhar

Profissionais da fiscalização de atividades urbanas os cargos dessa família CBO exercem suas funções na administração pública (prefeituras municipais) e são contratados na condição de trabalhadores estatutários. Trabalham predominantemente de forma individual, desenvolvem as atividades com supervisão ocasional, podendo trabalhar em ambientes a céu aberto e em escritório. Trabalham majoritariamente em horário diurno, devendo no entanto prestar plantões em situações específicas (feriados, à noite, finais de semana). Em função do tipo de atividade que exercem (fiscalização), podem trabalhar sob pressão, em situação de estresse.

Como trabalhar de Fiscal Urbano

O exercício dessa ocupação requer escolaridade mínima de nível médio. No entanto, vem se observando uma tendência de que, em alguns municípios e estados, haja a exigência de nível superior, em qualquer curso. O desempenho pleno das atividades não demanda nenhum tempo de experiência.

Quanto ganha um Fiscal Urbano

O Fiscal Urbano tem um salário inicial de R$ 1.115,33 podendo chegar a R$ 2.807,40 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.301,29 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.614,41 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Fiscal Urbano).

Qual a jornada de trabalho do Fiscal Urbano

O Fiscal Urbano trabalha em média 42 horas por semana (210 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.