O que faz um Engenheiro Especialista em Tecnologia de Pesca

Profissionais exercendo a profissão de Engenheiro Especialista em Tecnologia de Pesca planejam, coordenam e executam atividades agrossilvipecuárias e do uso de recursos naturais renováveis e ambientais. Fiscalizam essas atividades, promovem a extensão rural, orientando produtores nos vários aspectos das atividades agrossilvipecuárias e elaboram documentação técnica e científica. Podem prestar assistência e consultoria técnicas.

Algumas das principais funções da profissão

  • Desenvolver expressão oral;
  • Elaborar artigos técnico-científicos;
  • Orientar utilização de fontes alternativas de energia;
  • Ministrar cursos, seminários, palestras.;
  • Coordenar programas e convênios interinstitucionais;
  • Avaliar atividades agrossilvipecuárias;
  • Diagnosticar situações;
  • Fiscalizar atividades de extrativismo;
  • Coordenar treinamentos;
  • Elaborar relatórios de atividade;
  • Inspecionar qualidade e sanidade de produto;
  • Fiscalizar obras em execução;
  • Captar recursos financeiros;
  • Analisar amostras colhidas e resultados de análises laboratoriais;
  • Monitorar itens de controle do processo produtivo e/ou ambiental;
  • Apreender produtos agrossilvipecuários;
  • Inventariar recursos físicos e financeiros de empreendimento;
  • Realizar estudos de mercados;
  • Demonstrar criatividade;
  • Supervisionar processos de tratamento de resíduos;
  • Desenvolver capacidade de negociação;
  • Desenvolver liderança;
  • Elaborar projetos;
  • Supervisionar construção e manutenção de infraestrutura rural;
  • Definir ordenamento cronológico e logística de ações;
  • Adaptar linguagem;
  • Orientar administração de propriedade rural;
  • Desenvolver produtos, equipamentos e acessórios;
  • Levantar informações técnicas;
  • Supervisionar processos de recuperação de área degradada;
  • Desenvolver programas computacionais específicos;
  • Autuar crimes ambientais e florestais;
  • Fiscalizar procedência, transporte e comercialização de produtos de origem animal e vegetal;
  • Intermediar convênios, contratos, parcerias;
  • Embargar atividades agrossilvipecuárias de estabelecimentos infratores;
  • Demonstrar discernimento;
  • Realizar perícias e auditorias;
  • Desenvolver processos e sistemas de tratamento de resíduos;
  • Organizar eventos;
  • Executar levantamento topográfico;
  • Prescrever receituário agropecuário;
  • Organizar associações de produtores;
  • Evidenciar adaptabilidade;
  • Administrar recursos financeiros;
  • Testar desempenho de equipamentos, máquinas, materiais;
  • Orientar planejamento, execução, controle e administração de sistemas produtivos;
  • Desenvolver expressão escrita;
  • Identificar necessidades;
  • Demonstrar espírito empreendedor;
  • Demonstrar receptividade;
  • Elaborar material para divulgação de produtos, serviços, equipamentos;
  • Definir parâmetros de produção;
  • Discutir soluções propostas com envolvidos;
  • Adaptar tecnologia;
  • Desenvolver raciocínio lógico;
  • Desenvolver biotecnologia;
  • Emitir laudos e pareceres técnicos;
  • Coordenar equipe de trabalho;
  • Analisar viabilidade técnica, socioeconômica e ambiental de soluções propostas;
  • Analisar projetos, contratos, convênios, propostas técnicas, programas de trabalho.;
  • Elaborar estudos estatísticos;
  • Elaborar inventário de recursos disponíveis (naturais, máquinas, equipamentos);
  • Executar levantamento ambiental;
  • Elaborar normas e procedimentos técnicos;
  • Supervisionar processo em manejo de recursos naturais (bióticos e abióticos);
  • Realizar visitas técnicas;
  • Administrar recursos patrimoniais;
  • Estimar custos;
  • Orientar comercialização de produtos agrossilvipecuários;
  • Supervisionar atividades de sistema de produção (agricultura, aquicultura, silvicultura, pecuária);
  • Cultivar flexibilidade na relação interpessoal;
  • Orientar processos de uso sustentável e conservação de solo, água e meio ambiente;

Onde o Engenheiro Especialista em Tecnologia de Pesca pode trabalhar

Engenheiros agrossilvipecuários trabalham em atividades da agricultura, pecuária e silvicultura, exploração florestal, pesca e aqüicultura, em empresas públicas e privadas e em cooperativas de produtores. Atuam como empregados, prestadores de serviços ou servidores públicos. Há possibilidade de colocação também em órgãos públicos fiscalizadores da qualidade ou classificadores de produtos e em empresas públicas de extensão rural. Trabalham em equipe, com supervisão ocasional, a céu aberto, ficando, muitas vezes, expostos a condições climáticas adversas. Podem permanecer em condições desconfortáveis por longos períodos, sujeitos a exposição de materiais tóxicos e ruídos intensos.

Como trabalhar de Engenheiro Especialista em Tecnologia de Pesca

As ocupações requerem o curso superior completo na área para o seu exercício. É freqüente a presença de profissionais com cursos de mestrado, doutorado ou cursos de especialização.

Qual a formação mais comum para a profissão

A formação universitária mais comum para um Engenheiro Especialista em Tecnologia de Pesca é a formação em Engenharia de Aquicultura para entrar e atuar no mercado de trabalho atual.

Quanto ganha um Engenheiro Especialista em Tecnologia de Pesca

O Engenheiro Especialista em Tecnologia de Pesca tem um salário inicial de R$ 1.989,64 podendo chegar a R$ 10.580,27 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 3.000,00 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 4.725,22 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Engenheiro Especialista em Tecnologia de Pesca).

Qual a jornada de trabalho do Engenheiro Especialista em Tecnologia de Pesca

O Engenheiro Especialista em Tecnologia de Pesca trabalha em média 43 horas por semana (215 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.

Categoria Profissional: