O que faz um Doula

Profissionais exercendo a profissão de Doula aplicam procedimentos estéticos e terapêuticos manipulativos, energéticos, vibracionais e não farmacêuticos. Os procedimentos terapêuticos visam a tratamentos de moléstias psico-neuro- funcionais, músculo-esqueléticas e energéticas, além de patologias e deformidades podais. No caso das doulas, visam prestar suporte contínuo a gestante no ciclo gravídico puerperal, favorecendo a evolução do parto e bem-estar da gestante. Avaliam as disfunções fisiológicas, sistêmicas, energéticas, vibracionais e inestéticas dos pacientes/clientes. Recomendam a seus pacientes/clientes a prática de exercícios, o uso de essências florais e fitoterápicos com o objetivo de diminuir dores, reconduzir ao equilíbrio energético, fisiológico e psico-orgânico, bem como cosméticos, cosmecêuticos e óleos essenciais visando sua saúde e bem estar. Alguns profissionais fazem uso de instrumental pérfuro-cortante, medicamentos de uso tópico e órteses, outros aplicam métodos das medicinas oriental e convencional.

Algumas das principais funções da profissão

  • Demonstrar empatia;
  • Trabalhar com postura ergonômica;
  • Divulgar serviços;
  • Selecionar estímulos;
  • Avaliar qualidade de rede de apoio da gestante, parturiente e puérpera;
  • Demonstrar visão holística;
  • Indicar técnicas de hidroterapia;
  • Preparar paciente/cliente;
  • Conduzir visualização criativa;
  • Ensinar técnicas respiratórias;
  • Estabelecer contrato com cliente/paciente;
  • Aplicar estímulos manipulativos;
  • Demonstrar capacidade de persuasão;
  • Demonstrar capacidade de escuta;
  • Avaliar estado emocional do acompanhante;
  • Descartar material e/ ou produtos com validade vencida;
  • Demonstrar capacidade de trabalhar sob pressão;
  • Ministrar aulas, cursos e palestras;
  • Adquirir produtos/equipamentos;
  • Efetivar assepsia pessoal;
  • Recomendar exercícios;
  • Normalizar movimentos articulares (ativo, passivo e jogo articular) e nervos comprimidos ou irritados (fluxo nervoso);
  • Ouvir paciente/cliente;
  • Informar paciente/cliente sobre sua condição;
  • Palpar estruturas articulares e ósseas;
  • Realizar visita pós-parto;
  • Localizar áreas de desequilíbrio energético;
  • Demonstrar criatividade;
  • Demonstrar liderança;
  • Controlar estoque;
  • Facilitar descida e posicionamento do bebê;
  • Higienizar material (bola, banqueta, cavalinho, etc);
  • Ensinar técnicas de propriocepção;
  • Administrar finanças;
  • Demonstrar discrição;
  • Planejar procedimentos;
  • Frequentar feiras, congressos;
  • Paramentar cliente/paciente;
  • Incentivar participação ativa do acompanhante;
  • Providenciar manutenção da clínica/espaço terapêutico/estético;
  • Estimular integração emocional;
  • Higienizar local de trabalho;
  • Aplicar massagens terapêuticas;
  • Demonstrar condicionamento físico;
  • Orientar sobre postura estática e dinâmica;
  • Equilibrar tônus muscular;
  • Armazenar produtos;
  • Sugerir posturas de alívio de dor;
  • Demonstrar senso estético;
  • Trabalhar em equipe multi e interdisciplinar;
  • Auxiliar gestante na elaboração do plano de parto;
  • Ensinar técnica de preparo perineal;
  • Efetuar assepsia do local;
  • Promover vínculo no primeiro contato bebê-mãe;
  • Adequar ambiente para bem estar da parturiente;
  • Palpar estruturas musculares e sistema tegumentar;
  • Avaliar sistema muscular (força, temperatura e tônus);
  • Treinar exercícios de condução e indução natural de parto;
  • Registrar informações técnicas;
  • Agendar consultas/atendimentos;
  • Demonstrar coordenação motora fina;
  • Avaliar sinais e sintomas;
  • Corrigir desequilíbrios energético-psico-orgânicos, fisiológicos, bioquímicos, enzimáticos e hormonais;
  • Analisar biomecânica;
  • Realizar avaliação do cliente/paciente;
  • Prestar consultoria;
  • Usar epi;
  • Treinar pessoal;
  • Demonstrar auto conhecimento;
  • Ensinar a cronometrar contração;
  • Cadastrar cliente/paciente;
  • Demonstrar habilidade manual;
  • Avaliar estado bioenergético, emocional e vibracional do paciente/cliente;
  • Demonstrar percepção sensorial;
  • Aplicar compressas;
  • Pesquisar artigos científicos;
  • Explicar técnicas e procedimentos;
  • Aplicar energia vibracional;
  • Orientar acompanhante;
  • Promover amamentação na primeira hora de vida;
  • Estimular alinhamento, consciência corporal, reorganização neuro-energética e vibracional;
  • Selecionar técnica , tipo de terapia e recurso de trabalho;
  • Demonstrar percepção intuitiva;
  • Avaliar tecidos moles;
  • Orientar paciente/cliente sobre medidas preventivas;
  • Arquivar cadastro de cliente/paciente;

Onde o Doula pode trabalhar

Tecnólogos e técnicos em terapias complementares e estéticas atuam na área da saúde, serviços sociais e serviços pessoais. A grande maioria atua como autônomo, trabalhando por conta própria, de forma individual, embora os esteticistas também possam trabalhar em equipe. Executam suas funções em ambiente fechado, sem supervisão e em horários diurnos, não obstante os esteticistas e as doulas possam, também, trabalhar em horários irregulares.

Como trabalhar de Doula

A formação requerida para os esteticistas é a de técnico de nível médio ou graduação em tecnologia. No caso das Doulas é requerido um curso básico de qualificação profissional de, até, 200 horas, não sendo necessária experiência profissional para o desempenho da ocupação. Já para as demais ocupações exige-se formação em curso técnico de nível médio na área de atuação. O exercício pleno das atividades, para os esteticistas, ocorre após um período de aproximadamente dois anos de exercício profissional. No caso dos massoterapeutas e terapeutas holísticos, o exercício pleno das atividades ocorre em cerca de menos de um ano de experiência profissional; para os técnicos em acupuntura, quiropraxia e podólogos não há exigência de experiência anterior.

Quanto ganha um Doula

O Doula tem um salário inicial de R$ 1.173,02 podendo chegar a R$ 1.717,49 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.600,00 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.366,40 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Doula).

Qual a jornada de trabalho do Doula

O Doula trabalha em média 42 horas por semana (210 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.