O que faz um Cravejador de Jóias

Profissionais exercendo a profissão de Cravejador de Jóias planejam lapidação de gemas e fabricação de jóias. Preparam material para fabricação e reparação de jóias, bijouteriais e lapidação de gemas. Realizam manutenção produtiva de máquinas, equipamentos e ferramentas. Fundem metais preciosos e semi-preciosos. Conformam metais preciosos e semi-preciosos, laminando, rebaixando, trefilando, recozendo, estampando e dobrando. Montam jóias e semi-jóias, ajustando, encaixando, soldando, rebitando, pinando e aplicando resinas em peças. Pré-formam e facetam gemas. Dão polimento em metais preciosos e semi-preciosos. Cravam gemas em peças.

Algumas das principais funções da profissão

  • Requisitar gemas e metais preciosos e semipreciosos;
  • Demonstrar acuidade visual;
  • Preparar assentamento para gemas;
  • Perseverar;
  • Demonstrar rapidez de raciocínio;
  • Demonstrar criatividade;
  • Ajustar máquinas e equipamentos;
  • Testar fixação de gemas;
  • Determinar sequência de fabricação de joias e bijuterias;
  • Lubrificar máquinas, equipamentos e ferramentas;
  • Resistir à frustração;
  • Remover resíduos;
  • Dar provas de atenção concentrada;
  • Afiar ferramentas manuais de corte;
  • Realizar acabamento da cravação;
  • Remover peças dos suportes para cravação;
  • Assentar gemas;
  • Limpar máquinas, equipamentos e ferramentas;
  • Fixar peças em suportes para cravação;
  • Conferir quantidades de materiais;
  • Fixar gemas em assentamento;
  • Dar provas de confiabilidade;
  • Orientar-se por detalhes;
  • Controlar pesos de gemas e metais;
  • Inspecionar cor, forma e pureza de gemas e metais;
  • Interpretar desenhos e especificações técnicas;
  • Demonstrar senso de organização;
  • Requisitar manutenção corretiva de máquinas e equipamentos;
  • Classificar gemas e metais;
  • Selecionar máquinas, equipamentos, ferramentas e materiais;
  • Reparar componentes;
  • Demonstrar habilidades manuais;
  • Realizar a disposição de ferramentas e equipamentos;

Onde o Cravejador de Jóias pode trabalhar

Joalheiros e lapidadores de gemas esses profissionais são absorvidos no mercado de trabalho pelas indústrias: extrativas minerais não metálicas, de fabricação de produtos de metal e minerais não metálicos, de fabricação de móveis e indústrias diversas. Atuam em locais fechados nos horários diurnos. São empregados assalariados com registro em carteira que trabalham de forma individual, sob supervisão permanente. Eventualmente podem sofrer exposição a ruídos e material tóxico.

Como trabalhar de Cravejador de Jóias

Para ingressar nessas ocupações é necessário ter concluído o ensino fundamental acrescido de um curso profissionalizante de joalheria e lapidação de gemas entre duzentas a quatrocentas horas-aula, ministrado em escolas profissionalizantes. O exercício pleno da atividade ocorre após dois anos de experiência atuando na área. Vale destacar que os cursos ligados à área de joalheria, normalmente, têm uma maior carga horária por abranger atividades que envolvem projeto, criação e confecção de jóias.

Quanto ganha um Cravejador de Jóias

O Cravejador de Jóias tem um salário inicial de R$ 1.215,24 podendo chegar a R$ 2.271,71 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.364,50 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.479,68 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Cravejador de Jóias).

Qual a jornada de trabalho do Cravejador de Jóias

O Cravejador de Jóias trabalha em média 43 horas por semana (215 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.

Categoria Profissional: