O que faz um Coordenador Geral de Operações de Correios

Profissionais exercendo a profissão de Coordenador Geral de Operações de Correios viabilizam execução de metas operacionais em empresas de armazenamento, transportes e telecomunicações, organizam operações e controlam a execução de serviços, executam programas e normas, participam do planejamento operacional, coordenam atividades gerenciais e atuam como representantes legais da empresa.

Algumas das principais funções da profissão

  • Atualizar-se tecnicamente;
  • Avaliar satisfação do cliente;
  • Participar da elaboração dos planos estratégicos;
  • Definir estrutura organizacional da área operacional;
  • Solicitar apresentação de relatórios gerenciais;
  • Analisar indicadores de reclamações;
  • Fazer cumprir metas operacionais fixadas;
  • Implementar inovações organizacionais;
  • Controlar desempenho das equipes;
  • Controlar fluxo de triagem de cargas postais;
  • Implementar programas de qualidade;
  • Ponderar indicadores de regularidade de transporte;
  • Definir metas da qualidade dos serviços;
  • Representar legalmente a empresa;
  • Reprogramar recursos operacionais em função de mudanças de metas;
  • Definir distribuição geográfica das equipes;
  • Autorizar reparos em frotas, máquinas e equipamentos;
  • Autorizar requisição de materiais para instalação de serviços;
  • Responder juridicamente pelas ocorrências operacionais da empresa;
  • Liderar organizações;
  • Negociar acordos com empresas;
  • Autorizar especificações técnicas para contratação de serviços;
  • Definir localização de unidades postais;
  • Definir logística de recebimento de carga postal;
  • Analisar a implantação de novos serviços;
  • Implementar atividades para a integração do corpo gerencial;
  • Definir expansão de áreas de distribuição de cargas postais;
  • Demonstrar flexibilidade;
  • Elaborar proposta orçamentária;
  • Dominar comunicação oral e escrita;
  • Definir formas de tratamento da carga postal;
  • Negociar cumprimento das obrigações da empresa;
  • Providenciar apoio técnico para avaliação de novos negócios;
  • Participar de eventos públicos corporativos;
  • Acompanhar cumprimento da proposta orçamentária;
  • Inspecionar realização de atividades delegadas;
  • Controlar indicadores de despesas operacionais;
  • Controlar a implementação das normas de qualidade;
  • Editar normas de execução de serviços;
  • Dimensionar recursos materiais e humanos;
  • Definir critérios para contratação de serviços;
  • Atuar com equilíbrio emocional;
  • Negociar metas de qualidade com fornecedores;
  • Atuar com percepção de negócios;
  • Definir atribuições das equipes operacionais;
  • Negociar condições de contratação de serviços e fornecimentos;
  • Atuar com habilidade comercial;
  • Definir especificações técnicas para contratação de serviços;
  • Organizar reuniões de avaliação;
  • Implantar sistemas de qualidade;
  • Monitorar indicadores de disponibilidade de sistemas;
  • Avaliar indicadores de produtividade de manipulação de cargas postais;
  • Responder tecnicamente frente aos órgãos fiscalizadores;
  • Controlar atividades gerenciais, conforme normas;
  • Elaborar plano de contingência;

Onde o Coordenador Geral de Operações de Correios pode trabalhar

Diretores de operações de serviços em empresa de armazenamento, de transporte e de telecomunicação exercem suas funções em empresas do ramo de operações de serviços de armazenamento, transporte e telecomunicações, tais como, empresas de correio e telecomunicações e transporte. São contratados com carteira assinada. Atuam em equipe de trabalho sob supervisão ocasinal, em ambientes fechados, no período diurno. Podem trabalhar sob pressão, levando-os à situação de estresse.

Como trabalhar de Coordenador Geral de Operações de Correios

Essas ocupações são exercidas por pessoas com ensino superior completo. O exercício pleno das atividades profissionais se dá após cinco anos de experiência na área.

Quanto ganha um Coordenador Geral de Operações de Correios

O Coordenador Geral de Operações de Correios tem um salário inicial de R$ 1.720,44 podendo chegar a R$ 11.383,46 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 3.096,25 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 4.997,15 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Coordenador Geral de Operações de Correios).

Qual a jornada de trabalho do Coordenador Geral de Operações de Correios

O Coordenador Geral de Operações de Correios trabalha em média 44 horas por semana (220 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.