O que faz um Contramestre (distribuição de Energia Elétrica

Profissionais exercendo a profissão de Contramestre (distribuição de Energia Elétrica planejam atividades de supervisão da produção de utilidades, analisando prioridades, especificando recursos humanos, materiais e equipamentos, distribuindo tarefas e elaborando cronogramas e planos de contingência. Implementam medidas de segurança pessoal, ambiental e patrimonial, gerenciam serviços administrativos e sistemas operacionais. Coordenam manutenções de equipamentos, administram insumos e otimizam processos do sistema de utilidades. Qualificam equipes de trabal ho. Trabalham em conformidade a normas e procedimentos técnicos e de qualidade, segurança, higiene, saúde e preservação ambiental.

Algumas das principais funções da profissão

  • Manifestar liderança;
  • Realizar manutenções corretivas;
  • Especificar recursos (humanos, materiais e de equipamentos);
  • Monitorar sistema de utilidades;
  • Analisar dados técnico-operacionais;
  • Controlar custos do sistema de utilidades;
  • Demonstrar capacidade de delegar tarefas e responsabilidades;
  • Especificar insumos do sistema de utilidades;
  • Repassar informações institucionais;
  • Elaborar programas de treinamento;
  • Elaborar planos de contingência;
  • Controlar estoques do sistema de utilidades;
  • Assegurar disponibilidade de recursos;
  • Administrar escala de trabalho;
  • Demonstrar flexibilidade;
  • Elaborar análise de riscos;
  • Realizar estudos técnicos;
  • Desenvolver planos de ação para operação e manutenção;
  • Treinar equipes de trabalho;
  • Elaborar escala de férias;
  • Fazer cumprir uso de equipamentos de proteção individual;
  • Identificar riscos;
  • Controlar variáveis do processo;
  • Elaborar procedimentos operacionais;
  • Solicitar contratação de mão-de-obra temporária;
  • Demonstrar criatividade;
  • Controlar ficha individual de fornecimento de equipamentos de proteção individual;
  • Comprometer-se;
  • Zelar pelo sistema de qualidade;
  • Avaliar eficiência do programa de manutenção;
  • Avaliar treinamento;
  • Requisitar materiais e serviços para utilidades;
  • Comunicar-se;
  • Requisitar mão-de-obra para preenchimento de vagas;
  • Demonstrar iniciativa;
  • Inspecionar equipamentos do sistema de utilidades;
  • Controlar perdas no processo;
  • Avaliar consumos do sistema de utilidades;
  • Distribuir tarefas;
  • Coletar dados técnico-operacionais;
  • Analisar resultados obtidos;
  • Controlar frequência de funcionários;
  • Atualizar arquivos técnico-administrativos;
  • Solicitar treinamentos;
  • Autocontrolar-se;
  • Requisitar equipamentos de proteção (individual e coletivo);
  • Controlar sistema operacional das utilidades;
  • Demonstrar senso crítico;
  • Prestar assessorias técnicas;
  • Elaborar relatórios técnicos;
  • Avaliar desempenho de funcionários;
  • Assegurar disponibilidade de insumos do sistema de utilidade;
  • Propiciar condições seguras de trabalho;
  • Buscar visão sistêmica;
  • Programar paradas para manutenção de equipamentos;
  • Analisar prioridades de trabalho;
  • Preservar meio ambiente;
  • Obedecer normas regulamentadoras do mte;
  • Receber visitas técnicas;
  • Sociabilizar-se;
  • Avaliar novos procedimentos operacionais;
  • Avaliar condições dos equipamentos de proteção (individual e coletivo);
  • Agir com imparcialidade;
  • Divulgar normas de segurança;
  • Demonstrar acuidade visual e auditiva;
  • Implantar melhorias;
  • Fornecer dados para elaboração dos orçamentos;
  • Atender recomendações da cipa;
  • Testar novos produtos e equipamentos;
  • Avaliar ocorrências do sistema de utilidades;
  • Elaborar cronograma de trabalho;
  • Demonstrar objetividade;
  • Emitir relatórios de atividades;
  • Verificar qualidade de insumos conforme padrão;
  • Identificar necessidades de treinamento;
  • Liberar equipamentos para manutenção;
  • Emitir relatórios;

Onde o Contramestre (distribuição de Energia Elétrica pode trabalhar

Supervisores da produção de utilidades atuam nas empresas dos serviços de eletricidade, gás e água quente, captação, purificação e distribuição de água e de limpeza urbana, esgoto e atividades conexas. São empregados com carteira assinada e organizam-se por equipes de operação, sob a supervisão ocasional dos engenheiros. Trabalham predominantemente no período diurno e podem atuar em locais abertos, fechados ou em veículos. No desenvolvimento de algumas atividades permanecem expostos à ação de materiais tóxicos, ruído intenso, altas temperaturas, aerodispersóides, agentes biológicos e altas pressões.

Como trabalhar de Contramestre (distribuição de Energia Elétrica

Para o exercício dessas ocupações requer-se ensino médio incompleto, exceto para o mestre (indústria têxtil e de confecções) que deve ter concluído esse nível de ensino. Requer-se curso básico de qualificação profissional com carga horária diferenciada: mais de quatrocentas horas-aula, para o mestre, e de duzentas a quatrocentas horas-aula, para os contramestres de acabamento, fiação, tecelagem ou malharia. O pleno desempenho das atividades do mestre ocorre entre três e quatro anos de experiência profissional. Para os contramestres, entre um e dois anos.

Quanto ganha um Contramestre (distribuição de Energia Elétrica

O Contramestre (distribuição de Energia Elétrica tem um salário inicial de R$ 1.564,03 podendo chegar a R$ 6.934,90 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 2.642,51 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 3.402,99 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Contramestre (distribuição de Energia Elétrica).

Qual a jornada de trabalho do Contramestre (distribuição de Energia Elétrica

O Contramestre (distribuição de Energia Elétrica trabalha em média 43 horas por semana (215 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.