O que faz um Conservador de Linhas Elétricas e Telefônicas

Profissionais exercendo a profissão de Conservador de Linhas Elétricas e Telefônicas constroem, instalam, ampliam e reparam redes e linhas elétricas, de comunicação e de sistemas fotovoltaicos. Instalam, programam e reparam equipamentos. Para tanto, planejam suas atividades, elaboram relatórios de informações e trabalham cumprindo normas técnicas e de segurança.

Algumas das principais funções da profissão

  • Instalar conectores nos terminais;
  • Demonstrar capacidade de relacionamento interpessoal;
  • Instalar materiais e acessórios;
  • Instalar condutores;
  • Aplicar normas técnicas de instalação;
  • Realizar comissionamento (registro do funcionamento do sistema fotovoltaico);
  • Abrir terminais;
  • Estimar o tempo da manutenção, instalação e ampliação;
  • Comunicar-se com clareza e objetividade;
  • Instalar caixas subterrâneas para emendas e passagens;
  • Instalar religador automático;
  • Equipar postes;
  • Demonstrar autocontrole;
  • Realizar manutenção de linha energizada;
  • Instalar chaves para manobras;
  • Fazer e desfazer jumpers;
  • Instalar banco de capacitor;
  • Instalar transformador;
  • Registrar utilizações e alterações de projetos;
  • Fazer fusão de cabos ópticos;
  • Comunicar-se com as áreas envolvidas com linhas energizadas;
  • Transferir linhas;
  • Analisar condições da área de trabalho;
  • Organizar o local de trabalho;
  • Instalar quadros de distribuição;
  • Demonstrar capacidade de atenção;
  • Orientar pessoas sobre situações de risco da área;
  • Substituir cruzetas e/ou acessórios;
  • Realizar manutenção de linha desenergizada;
  • Selecionar equipamentos e ferramentas;
  • Aplicar normas de segurança;
  • Demonstrar senso visual e espacial;
  • Demonstrar destreza manual;
  • Realizar testes de instalação;
  • Instalar proteção elétrica e metálica;
  • Instalar dutos para cabos elétricos, telefônicos e de comunicação de dados;
  • Registrar informações de atendimentos e reparos;
  • Implantar torres de transmissão;
  • Instalar equipamentos de proteção;
  • Identificar a rede existente no local;
  • Efetuar aterramento temporário obrigatório.;
  • Estimar recursos humanos.;
  • Desativar equipamentos;
  • Instalar cabos elétricos e/ou de comunicação e/ou mensageiros;
  • Implantar postes;
  • Analisar condições técnicas do setor de realização da atividade;
  • Refazer terminais;
  • Medir tensão de alimentação disponível no local;
  • Instalar medidores de consumo;
  • Trabalhar em equipe;
  • Instalar regeneradores de sinais;
  • Demonstrar capacidade de adaptar-se a mudanças;
  • Participar de ações de prevenção de acidentes.;
  • Ligar cabos em blocos de conexão;
  • Demonstrar zelo com o patrimônio da empresa e do cliente;
  • Reestabelecer comunicação para religação do sistema;
  • Compartilhar conhecimentos e informações;
  • Selecionar cabos e fios de acordo com tipo e bitola definidos no projeto;
  • Utilizar equipamentos de segurança (epi e epc);
  • Demonstrar capacidade de cumprir normas e regras;
  • Registrar material utilizado;
  • Definir equipamentos de segurança;
  • Identificar tipos de cabos e conexões;
  • Equipar postes e vigas de vias férreas;
  • Preencher requisição de material;
  • Definir materiais e ferramentas;
  • Instalar válvula e bloqueio de pressão;
  • Regular tensão do transformador;
  • Demonstrar capacidade de concentração;
  • Contornar situações adversas;
  • Programar atividades conforme ordem de serviço, de trabalho e reparo.;
  • Transferir equipamentos;
  • Emitir registro de devolução de material;
  • Preencher formulário de controle de utilização de veículo;
  • Interpretar projetos;
  • Definir itinerário de visitas;
  • Substituir equipamento de medição;
  • Realizar cortes automáticos;
  • Interpretar instruções de manobra;
  • Adequar o trabalho de acordo com as condições climáticas;
  • Instalar sistema carrier;
  • Redefinir ferramentas específicas em situações adversas;
  • Substituir isoladores;
  • Conectar fios e cabos;
  • Identificar condições inseguras;
  • Testar medição direta e/ou indireta;
  • Equipar torres de transmissão;
  • Utilizar equipamentos de detecção de tensão;
  • Solucionar problemas;
  • Substituir cabos e fios;
  • Solicitar desligamentos de equipamentos;
  • Programar equipamento receptor e transmissor de sinal;
  • Testar equipamentos;
  • Identificar situações de risco;
  • Reparar equipamentos;
  • Enfrentar situações de risco;
  • Participar de descrição de procedimentos;
  • Emendar fios e cabos aéreos e subterrâneos;
  • Detectar defeitos;
  • Desativar linhas;
  • Demonstrar capacidade de organização;
  • Manter equipamentos de segurança em plenas condições de uso;
  • Adequar equipamentos ao sistema;
  • Emitir relatório técnico;
  • Registrar nível de sinal nos locais de instalação;

Onde o Conservador de Linhas Elétricas e Telefônicas pode trabalhar

Instaladores e reparadores de linhas e cabos elétricos, telefônicos e de comunicação de dados algumas atividades podem ser exercidas a céu aberto, em subterrâneos e em grandes alturas. Os trabalhadores podem estar sujeitos à umidade, poluição, variação de temperatura e a riscos decorrentes do trabalho com eletricidade. São empregados por companhias de energia, de telecomunicações, de transporte coletivo e de energia solar. No caso da energia solar a maioria dos profissionais trabalham de forma autônoma.

Como trabalhar de Conservador de Linhas Elétricas e Telefônicas

O trabalho é exercido por pessoas com escolaridade mínima de ensino fundamental, acrescida de qualificação profissional. O desempenho completo do exercício profissional ocorre após três ou quatro anos de experiência, sob supervisão permanente de supervisores, técnicos e engenheiros. A experiência para os profissionais que atuam com energia solar é de 1 a 2 anos e trabalham sob supervisão ocasional. Pode-se demandar aprendizagem profissional para Os cargos listados nesta família ocupacional.

Quanto ganha um Conservador de Linhas Elétricas e Telefônicas

O Conservador de Linhas Elétricas e Telefônicas tem um salário inicial de R$ 1.221,42 podendo chegar a R$ 2.283,42 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.538,31 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.537,67 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Conservador de Linhas Elétricas e Telefônicas).

Qual a jornada de trabalho do Conservador de Linhas Elétricas e Telefônicas

O Conservador de Linhas Elétricas e Telefônicas trabalha em média 43 horas por semana (215 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.