O que faz um Confeccionador de Artigos de Papel e Papelão

Profissionais exercendo a profissão de Confeccionador de Artigos de Papel e Papelão preparam e operam máquinas para corte de papel, preparam impressoras, máquinas de corte, de colagem e dobragem e de corte e vinco, trocando ferramentas, ajustando componentes, testando e conferindo amostras. Limpam máquinas, retirando resíduos e excesso de óleo lubrificante. Trabalham em conformidade a rígidas normas de segurança, meio ambiente e saúde.

Algumas das principais funções da profissão

  • Abastecer máquina com material;
  • Colocar clichê no cilindro;
  • Girar papel;
  • Ajustar os mecanismos de corte, colagem e dobragem;
  • Posicionar papel;
  • Conferir o resultado da impressão;
  • Demonstrar higiene;
  • Tirar poeira;
  • Limpar tinteiros;
  • Verificar afiação da lâmina;
  • Inspecionar o programa;
  • Liderar grupos;
  • Lubrificar superficialmente;
  • Ajustar clichê metálico (faca);
  • Realizar segundo corte;
  • Parafusar clichê;
  • Posicionar impressão;
  • Trocar cilindros;
  • Colocar tinta;
  • Encher o depósito de cola;
  • Ajustar puxadores;
  • Apertar botões manuais simultaneamente;
  • Repetir o processo;
  • Trocar engrenagem e mesa;
  • Acionar pedal para prensar o papel;
  • Posicionar papel de teste;
  • Preencher relatórios;
  • Programar máquina para o corte;
  • Encaixar lâmina na máquina;
  • Enviar aparas para reciclagem;
  • Ajustar cores;
  • Iniciar produção;
  • Testar corte e vinco;
  • Ajustar folhas e rolos de papel, celofane etc.;
  • Utilizar aplicativos básicos de informática;
  • Conferir amostras com as especificações programadas;
  • Demonstrar capacidade de percepção;
  • Realizar primeiro corte;
  • Preparar cola para lateral;
  • Retirar resíduos;
  • Testar funcionamento;
  • Utilizar equipamentos de segurança;
  • Limpar excesso de óleo;

Onde o Confeccionador de Artigos de Papel e Papelão pode trabalhar

Operadores de máquinas na fabricação de produtos de papel e papelão os trabalhadores dessa ocupação exercem suas atividades principalmente em empresas de fabricação de pastas, papel e produtos de papel e de madeira. O exercício da profissão se dá na condição de trabalhador assalariado, empregado com carteira assinada. Os profissionais atuam em equipes de trabalho e exercem suas funções sob supervisão permanente. Realizam as atividades em ambientes fechados, em rodízio de turnos que podem ocorrer nos períodos diurno e noturno. Podem, ainda, trabalhar em posições desconfortáveis durante longos períodos e podem estar sujeitos à exposição a materiais tóxicos, ruído intenso e altas temperaturas.

Como trabalhar de Confeccionador de Artigos de Papel e Papelão

Essas ocupações são exercidas por trabalhadores com escolaridade de ensino fundamental concluído e curso básico de qualificação profissional, com carga horária de, no máximo, duzentas horas-aula. O tempo requerido para o exercício pleno das funções é de um a dois anos de experiência profissional.

Quanto ganha um Confeccionador de Artigos de Papel e Papelão

O Confeccionador de Artigos de Papel e Papelão tem um salário inicial de R$ 1.100,00 podendo chegar a R$ 1.707,33 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.171,00 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.213,68 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Confeccionador de Artigos de Papel e Papelão).

Qual a jornada de trabalho do Confeccionador de Artigos de Papel e Papelão

O Confeccionador de Artigos de Papel e Papelão trabalha em média 44 horas por semana (220 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.