O que faz um Classificador de Madeira

Profissionais exercendo a profissão de Classificador de Madeira preparam atividades de tratamento e secagem de madeiras, analisando e elaborando programas de secagem. Classificam, tratam e secam madeira. Elaboram documentação técnica tais como relatórios de produção, registros de ocorrências e solicitação de materiais e insumos. Realizam manutenção preventiva de máquinas e equipamentos. Trabalham seguindo normas de segurança, higiene, qualidade e proteção ao meio ambiente.

Algumas das principais funções da profissão

  • Evidenciar auto-organização;
  • Registrar características de lote na própria madeira;
  • Controlar recebimento, armazenagem e utilização de madeiras;
  • Gradear madeiras conforme dimensões pré-estabelecidas;
  • Determinar local para madeiras classificadas;
  • Selecionar madeiras;
  • Dar provas de autocontrole;
  • Demonstrar habilidade numérica;
  • Empilhar madeiras para climatização;
  • Conferir dimensões das madeiras;
  • Consultar catálogo técnico da abnt (espécies de madeiras);
  • Separar madeiras fora dos padrões para reaproveitamento;
  • Solicitar materiais de expediente e insumos;
  • Carregar estufas;
  • Interpretar normas da cipa;
  • Verificar desgastes dos rolamentos;
  • Separar madeiras de acordo com a utilização;
  • Respeitar indicações de segurança do equipamento;
  • Exercer liderança;
  • Desenvolver disciplina;
  • Separar materiais recicláveis;
  • Manifestar flexibilidade;
  • Carregar vagonetes;
  • Separar madeiras conforme bitola, espécie e qualidade;
  • Demonstrar iniciativa;
  • Limpar trilhos de estufas;
  • Preencher relatórios de produção;
  • Verificar presença de trincas;
  • Identificar espécies de madeiras;
  • Relacionar-se com superiores e subordinados;
  • Solicitar transporte da madeira classificada;
  • Manter atenção concentrada;
  • Selecionar madeiras para tratamento químico;
  • Destopar madeiras;
  • Manter ambiente de trabalho limpo e organizado;
  • Utilizar epi e epc;
  • Interpretar ordens de serviço;
  • Programar paradas de equipamentos para manutenções;
  • Solicitar manutenção;
  • Preencher registros de ocorrências;
  • Acondicionar resíduos químicos;
  • Evidenciar senso de responsabilidade;

Onde o Classificador de Madeira pode trabalhar

Trabalhadores de tratamento e preparação da madeira atuam na fabricação de produtos de madeira como empregados com carteira assinada. O trabalho é presencial, realizado de forma individual, sob supervisão permanente. Trabalham a céu aberto ou em veículos, em sistema de rodízio de turnos (diurno/noturno). Permanecem durante longos períodos em posições desconfortáveis e expostos a materiais tóxicos, ruído intenso e altas temperaturas. Algumas atividades são executadas em grandes alturas.

Como trabalhar de Classificador de Madeira

Ara o exercício dessas ocupações requer-se ensino fundamental concluído e curso básico de qualificação profissional de até duzentas horas-aula. O pleno desempenho das atividades ocorre entre um e dois anos de experiência profissional.

Quanto ganha um Classificador de Madeira

O Classificador de Madeira tem um salário inicial de R$ 1.169,06 podendo chegar a R$ 1.566,33 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.315,02 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.234,54 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Classificador de Madeira).

Qual a jornada de trabalho do Classificador de Madeira

O Classificador de Madeira trabalha em média 44 horas por semana (220 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.