O que faz um Catador de Siris

Profissionais exercendo a profissão de Catador de Siris realizam pesca artesanal e captura de crustáceos (exceto camarão e lagosta). Despescam rede e espinhel, possibilitando o preparo e a comercialização do pescado. Constroem, mantêm e conduzem embarcações de pequeno porte.

Algumas das principais funções da profissão

  • Procurar locais para captura de crustáceos;
  • Tecer redes e tarrafas;
  • Catar crustáceos com mãos;
  • Descarregar pescado;
  • Trabalhar com procedimentos de segurança;
  • Medir madeira;
  • Reparar embarcação;
  • Manifestar iniciativa;
  • Pescar iscas;
  • Lavar pescado;
  • Pregar madeira;
  • Nivelar terreno de local de construção;
  • Pesar pescado;
  • Plainar madeira e embarcação;
  • Verificar equipamentos de segurança;
  • Comprar combustível, materiais e equipamentos de pesca;
  • Escolher equipamentos de pesca;
  • Retirar pescado de redes;
  • Providenciar limão, folhas e vísceras de gado para captura de crustáceos;
  • Abastecer embarcação com combustível;
  • Confeccionar espinhel;
  • Pintar embarcação;
  • Armar espinhel em enseadas para captura de siris;
  • Lixar madeira e embarcação;
  • Armar laço liso para captura de caranguejo;
  • Ensacar pescado;
  • Demonstrar senso de orientação;
  • Abrir buracos de caranguejos e goiamuns;
  • Descarnar pescado;
  • Congelar carne de pescado;
  • Emitir nota fiscal;
  • Negociar preço de pescado;
  • Conservar caranguejo, siri e goiamum vivos;
  • Manifestar resistência física;
  • Transportar pescado;
  • Selecionar lugar de pesca;
  • Devolver pescado ao mar ou mangue;
  • Fisgar siris;
  • Carregar embarcação com materiais e equipamentos de pesca;
  • Pesquisar preços e mercado consumidor;
  • Manifestar coragem;
  • Operar motor de embarcação;
  • Colar madeira;
  • Posicionar iscas;
  • Tapar buracos de caranguejo com lama ou folhas;
  • Parafusar madeira;
  • Lavar embarcação e equipamentos de pesca;
  • Amarrar crustáceos;
  • Pilotar cana de leme;
  • Recolher espinhel;
  • Acondicionar pescado em caixas;
  • Demonstrar sensibilidade com a natureza;
  • Catar caranguejos com pés;
  • Classificar pescado;
  • Consertar equipamentos;
  • Ferventar pescado;
  • Extrair madeira;
  • Cavocar canoa;
  • Fixar redes em buracos de caranguejo;
  • Travar garras de siri;
  • Serrar madeira;
  • Fixar puçá no fundo do mar para captura de siris;
  • Calafetar embarcação;
  • Contar crustáceos;
  • Orientar equipe;
  • Remar canoas e botes;

Onde o Catador de Siris pode trabalhar

Pescadores polivalentes trabalham por conta própria na pesca pecuária e serviços relacionados. O trabalho é presencial, realizado em equipe (grupo de pescadores). As atividades são realizadas a céu aberto, durante o dia. Permanecem, durante longos períodos, em posições desconfortáveis, ficam expostos à variação climática e ferimentos inerentes às atividades. Estão sujeitos a picadas de insetos (catadores de marisco e de caranguejos e siris).

Como trabalhar de Catador de Siris

O exercício do cargo de Catador de Siris é livre, com aprendizado na prática. O pleno desempenho dessas atividades ocorre aproximadamente com um ano de experiência.

Quanto ganha um Catador de Siris

O Catador de Siris tem um salário inicial de R$ 1.100,00 podendo chegar a R$ 1.556,60 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.100,00 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.127,54 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Catador de Siris).

Qual a jornada de trabalho do Catador de Siris

O Catador de Siris trabalha em média 44 horas por semana (220 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.

Categoria Profissional: