O que faz um Auxiliar de Veterinário

Profissionais exercendo a profissão de Auxiliar de Veterinário realizam procedimentos de enfermagem veterinária. Preparam animais e materiais para procedimentos veterinários. Tosam, banham e enfeitam animais. Limpam ouvidos, dentes e olhos de animais. Atendem a clientes-proprietários dos animais e administram o local de trabalho. Trabalham em conformidade a normas e procedimentos de segurança, higiene e saúde.

Algumas das principais funções da profissão

  • Medir a temperatura;
  • Separar o material descartável;
  • Glosar dentes de cavalos;
  • Controlar estoques;
  • Enviar material coletado para exames clínicos;
  • Selecionar caixa cirúrgica;
  • Conquistar a confiança do animal;
  • Verificar as condições físicas do animal (pelagem, unha, ouvido e epiderme);
  • Avaliar riscos;
  • Auxiliar a coleta de material para exames clínicos;
  • Informar sobre normas e regulamentos do estabelecimento;
  • Aplicar injeção;
  • Manter-se atualizado;
  • Raspar animais para cirurgia e curativo (tricotomia);
  • Utilizar equipamentos de proteção individual em centros cirúrgicos;
  • Transportar o animal dentro do estabelecimento;
  • Realizar assepsia pessoal;
  • Esterilizar materiais, instrumentos e ambiente;
  • Amordaçar o animal;
  • Espremer a glândula anal do animal;
  • Organizar o local de trabalho;
  • Demonstrar paciência;
  • Controlar sinais vitais do animal (temperatura, pressão, refil capilar etc.);
  • Repor material e medicamentos;
  • Verificar as condições psicológicas do animal (comportamento);
  • Desinfetar equipamentos;
  • Embalar cadáver;
  • Demonstrar discernimento;
  • Demonstrar conhecimento técnico;
  • Prestar primeiros socorros;
  • Posicionar o animal na mesa;
  • Cortar as unhas do animal;
  • Entrevistar proprietários do animal (condições de saúde, comportamento etc.);
  • Preparar material para cirurgia;
  • Recolher o material (instrumentos utilizados);
  • Remover o cerume dos ouvidos;
  • Apresentar o estabelecimento;
  • Dobrar panos, aventais e uniformes;
  • Limpar equipamentos;
  • Entregar o animal;
  • Exercitar o animal;
  • Demonstrar segurança;
  • Limpar a região dos olhos;
  • Separar o lixo hospitalar;
  • Demonstrar bom humor;
  • Auxiliar nos procedimentos de acesso intravenoso;
  • Arrancar dentes de cavalos;
  • Medir a pressão arterial;
  • Conter o animal;
  • Indicar para atendimento veterinário;
  • Fazer assepsia do animal;
  • Conferir dados do animal (ficha ou identificação);
  • Executar sangria em cavalos;
  • Demonstrar organização;
  • Higienizar o local de estada dos animais;
  • Fazer curativos;
  • Demonstrar senso estético;
  • Demonstrar capacidade no trato com animais;
  • Registrar casos especiais (alimentação especial, jejum pré-cirúrgico etc.);
  • Montar a caixa cirúrgica;
  • Embalar lixo hospitalar para descarte;
  • Informar as condições de saúde dos animais para o veterinário;
  • Demonstrar autoconfiança;
  • Demonstrar autocontrole;
  • Demonstrar disciplina;
  • Manter a limpeza do local de trabalho;
  • Conversar com o dono do animal;
  • Auxiliar no procedimento de entubação do animal;
  • Encaminhar cadáver para necropsia ou prefeitura;
  • Administrar conflitos;
  • Observar as condições físicas e neurológicas do animal;
  • Controlar óbitos;
  • Demonstrar sensibilidade;
  • Alimentar os animais;
  • Demonstrar concentração;
  • Solicitar material;
  • Pesar o animal;
  • Ministrar medicamentos sob a supervisão do médico veterinário;
  • Verificar a existência de parasitas (carrapatos e pulgas);
  • Lavar os instrumentos;

Onde o Auxiliar de Veterinário pode trabalhar

Trabalhadores de serviços veterinários, de higiene e estética de animais domésticos trabalham na área de serviços e saúde animal como empregados com carteira assinada (banhistas de animais domésticos e enfermeiro veterinário) ou como autônomos (esteticistas e tosadores de animais domésticos). O trabalho é realizado em equipe sob supervisão (banhistas de animais domésticos e enfermeiros veterinários) ou sem supervisão (esteticistas e tosadores de animais domésticos). Atuam em ambiente fechado, durante o dia, exceto o enfermeiro veterinário que atua em rodízio de turnos (diurno/noturno). Os banhistas, esteticistas e tosadores de animais domésticos trabalham em posições desconfortáveis durante longos períodos e estão sujeitos à exposição de materiais tóxicos, ruído intenso e altas temperaturas. Os enfermeiros veterinários trabalham sob pressão e podem permanecer expostos radiação.

Como trabalhar de Auxiliar de Veterinário

Para o exercício das ocupações de banhista, esteticista e tosador de animais domésticos requer-se até a quarta série do ensino fundamental para o enfermeiro veterinário, ensino médio incompleto. Exige-se curso de qualificação profissional em torno de duzentas horas-aula para os esteticistas, tosadores e enfermeiros veterinários. O desempenho pleno das atividades requer experiência profissional entre um e quatro anos, dependendo da ocupação exercida.

Quanto ganha um Auxiliar de Veterinário

O Auxiliar de Veterinário tem um salário inicial de R$ 1.142,48 podendo chegar a R$ 1.729,99 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.300,00 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.271,21 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Auxiliar de Veterinário).

Qual a jornada de trabalho do Auxiliar de Veterinário

O Auxiliar de Veterinário trabalha em média 43 horas por semana (215 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.