O que faz um Auxiliar de Tráfego

Profissionais exercendo a profissão de Auxiliar de Tráfego investigam, reprimem e previnem infrações penais contra interesses da nação e das casas legislativas, como contrabando, tráfico de drogas, crimes fazendários e previdenciários e crimes eleitorais, controlam bens e serviços da união e das casas legislativas, buscam manter a ordem e segurança nas dependências das casas legislativas, prestam assessoria à Presidência das CPI, patrulham ostensivamente rodovias federais, mantêm a fluidez e a segurança do trânsito urbano e rodoviário, fiscalizam o cumprimento das leis de trânsito, colaboram com a segurança pública, protegem bens públicos, serviços e instalações.

Algumas das principais funções da profissão

  • Transportar vítimas de acidentes;
  • Promover segurança nas escolas e imediações;
  • Atender acidentes de trânsito;
  • Analisar documentação do condutor e do veículo;
  • Apreender veículo;
  • Demonstrar criatividade;
  • Criar rotas alternativas para o tráfego;
  • Conferir documentos;
  • Demonstrar descrição;
  • Solicitar auxílio para desobstrução total da via;
  • Preencher formulários;
  • Lacrar veículo para remoção;
  • Retirar animais da faixa de domínio da via;
  • Participar de bloqueios na via pública para fiscalização;
  • Autuar infratores;
  • Orientar condutores por meio de gestos e apitos;
  • Sugerir medidas para melhoria do trânsito;
  • Demonstrar assiduidade;
  • Escoltar autoridades;
  • Trabalhar em equipe;
  • Monitorar trânsito em postos fixos de observações;
  • Efetuar prisões em flagrante;
  • Vistoriar veículo em processo de remoção;
  • Auxiliar usuário na via pública;
  • Demonstrar sensatez;
  • Utilizar epi;
  • Fiscalizar dimensões e peso de cargas e veículos;
  • Demonstrar segurança;
  • Inspecionar cargas;
  • Sinalizar existência de obras nas vias públicas;
  • Prestar assistência aos transeuntes;
  • Escoltar veículos e cargas especiais;
  • Remover obstáculos da via pública;
  • Prestar assistência ao cumprimento da legislação municipal;
  • Demonstrar disciplina;
  • Preservar local do crime;
  • Trabalhar em parcerias com outros órgãos para fiscalização;
  • Entrevistar pessoas;
  • Demonstrar capacidade de contornar situações adversas;
  • Operar equipamentos de controle de velocidade de veículos;
  • Redigir relatórios;
  • Consultar banco de dados;
  • Comunicar-se por códigos;
  • Demonstrar discernimento;
  • Intervir no tráfego em situações de eventos;
  • Fiscalizar serviços de escolta;
  • Elaborar projetos relacionados a sinalização viária;
  • Prestar informações sobre trânsito;
  • Realizar comboios de veículos;
  • Demonstrar polidez;
  • Demonstrar auto controle;
  • Embargar obras na faixa de domínio da via;
  • Acionar autoridades competentes de acordo com cada ocorrência;
  • Sincronizar semáforo às condições de trânsito;
  • Evidenciar iniciativa;
  • Demonstrar capacidade de trabalhar sob pressão;
  • Solicitar manutenção de vias públicas;
  • Dialogar com usuário;
  • Interditar via pública em condições adversas;
  • Desenvolver percepção para análise visual de pessoas e situações;
  • Prestar assistência à população em casos de calamidades públicas;
  • Fiscalizar transporte de produtos perigosos e controlados;
  • Documentar processo de remoção de veículo;
  • Sinalizar obstáculos na via pública;
  • Realizar operações de combate ao crime em geral;
  • Monitorar trânsito em unidades móveis;
  • Prestar segurança na realização de eventos públicos;
  • Demonstrar responsabilidade;
  • Interagir em situações emergenciais;
  • Fazer rondas ostensivas em áreas determinadas;
  • Atuar em interseções de vias;
  • Fiscalizar sistema de transportes públicos rodoviários;
  • Acionar meios para extinção de focos de incêndio às margens da via;

Onde o Auxiliar de Tráfego pode trabalhar

Policiais, guardas-civis municipais e agentes de trânsito trabalham em entidades públicas de defesa, segurança e trânsito. Os agentes de trânsito trabalham como assalariados celetistas, sob supervisão permanente. Os policiais federais, policiais legislativos, rodoviários e os guardas-civis municipais são estatutários, organizam- se em equipe, sob supervisão ocasional. Trabalham em ambiente fechado, a céu aberto ou em veículos, em horários diurnos e noturnos, em revezamento de turno e em horários irregulares. Estão sujeitos a trabalho sob pressão, levando-os a situação de estresse. Permanecem em pé por longos períodos. Com exceção do policial legislativo, podem ser expostos a materiais tóxicos e ruído intenso. Os agentes de trânsito podem trabalhar em grandes alturas.

Como trabalhar de Auxiliar de Tráfego

Requer-se ensino médio completo, com exceção do agente da polícia federal, que tem como pré-requisito de concurso o ensino superior completo. Complementam a escolaridade formal com curso profissionalizante de duzentas a quatrocentas horas-aula. Para ingressar como policial legislativo, não é necessário comprovar experiência. O exercício pleno das atividades ocorre após quatro a cinco anos de experiência.

Quanto ganha um Auxiliar de Tráfego

O Auxiliar de Tráfego tem um salário inicial de R$ 1.142,93 podendo chegar a R$ 2.093,60 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.282,44 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.387,50 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Auxiliar de Tráfego).

Qual a jornada de trabalho do Auxiliar de Tráfego

O Auxiliar de Tráfego trabalha em média 42 horas por semana (210 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.