O que faz um Auxiliar de Serviços Gerais - na Confecção de Roupas

Profissionais exercendo a profissão de Auxiliar de Serviços Gerais - na Confecção de Roupas programam riscos marcadores por processo manual ou digital, enfestam e cortam tecidos e não-tecidos, preparam lotes e pacotes para o setor de costura de roupas. Distribuem peças cortadas para as costureiras, retiram, revisam, contam e dobram peças acabadas. Trabalham em conformidade a normas técnicas de qualidade, meio ambiente e saúde.

Algumas das principais funções da profissão

  • Formar lotes e pacotes conforme ficha técnica e ordem de produção;
  • Manusear peças;
  • Numerar componentes;
  • Trabalhar em equipe;
  • Enfestar manualmente;
  • Identificar defeitos;
  • Verificar o funcionamento da máquina e equipamento;
  • Organizar local de trabalho;
  • Conferir total de componentes;
  • Distribuir componentes e insumos;
  • Requisitar insumos;
  • Utilizar equipamento de proteção individual;
  • Preparar mesa de enfesto;
  • Etiquetar componentes;
  • Amarrar em fardos;
  • Identificar melhorias de operação;
  • Comunicar falta de componentes;
  • Demonstrar habilidade motora fina;
  • Cumprir as normas de segurança;
  • Demonstrar comprometimento com os objetivos da empresa;
  • Recuperar produtos acabados;
  • Demonstrar atenção;
  • Preparar peças;
  • Cortar linhas;
  • Demonstrar iniciativa;
  • Conferir número de camadas do enfesto;
  • Separar produtos defeituosos;
  • Preparar tecidos;
  • Aplicar normas de qualidade na execução das tarefas;
  • Registrar produção;
  • Refilar peças;
  • Demonstrar flexibilidade;
  • Embalar produtos;
  • Solicitar manutenção;
  • Solicitar componentes;
  • Conferir dados do tecido;
  • Dobrar produtos;
  • Demonstrar agilidade;
  • Seguir ordem de produção e ficha técnica;
  • Demonstrar senso visual e tátil;
  • Separar emendas e retalhos;
  • Demonstrar senso de responsabilidade;
  • Separar componentes por cor;
  • Retirar emendas e retalhos;
  • Enviar produtos para estoque;
  • Controlar desperdícios;

Onde o Auxiliar de Serviços Gerais - na Confecção de Roupas pode trabalhar

Trabalhadores da preparação da confecção de roupas trabalham em indústrias de confecções de roupas, geralmente como assalariados com carteira assinada, de forma individual ou em equipe, em horários diurnos ou noturnos, em posições desconfortáveis durante longos perídos e locais ruidosos. São supervisionados ocasionalmente. Em empresas menores, os próprios donos exercem a função de corte, considerada estratégica para a economicidade do processo de confecção.

Como trabalhar de Auxiliar de Serviços Gerais - na Confecção de Roupas

O exercício das ocupações de auxiliar de corte e de riscador requer ensino fundamental completo e, em menos de um ano, os trabalhadores estão aptos ao exercício pleno da maioria das atividades. Para o riscador exige-se qualificação básica de até duzentas horas-aula. As ocupações de cortador e enfestador requer ensino médio completo, seguido de curso profissionalizante de até duzentas horas-aula.

Quanto ganha um Auxiliar de Serviços Gerais - na Confecção de Roupas

O Auxiliar de Serviços Gerais - na Confecção de Roupas tem um salário inicial de R$ 1.119,36 podendo chegar a R$ 1.431,84 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.217,00 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.148,77 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Auxiliar de Serviços Gerais - na Confecção de Roupas).

Qual a jornada de trabalho do Auxiliar de Serviços Gerais - na Confecção de Roupas

O Auxiliar de Serviços Gerais - na Confecção de Roupas trabalha em média 44 horas por semana (220 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.