O que faz um Assistente Técnico em Madeira

Profissionais exercendo a profissão de Assistente Técnico em Madeira supervisionam, execução de atividades florestais, desde a construção de viveiros florestais e infra-estrutura, produção de mudas e colheita florestal até o manejo de florestas nativas e comerciais, inventariam florestas, planejam atividades florestais, elaboram documentos técnicos. Administram unidades de conservação e de produção, atuam na preservação e conservação ambiental, fiscalizam e monitoram fauna e flora, ministram treinamentos e podem participar de pesquisas.

Algumas das principais funções da profissão

  • Desenvolver métodos e equipamentos;
  • Demonstrar viabilidade econômica de produtos e métodos;
  • Coordenar equipe de vigilância e resgate;
  • Demonstrar coerência;
  • Fornecer dados técnicos para elaboração de contratos;
  • Definir objetivos da floresta;
  • Demonstrar senso crítico;
  • Fiscalizar produção e comercialização de produtos e subprodutos da flora;
  • Orientar sobre uso de tecnologias;
  • Supervisionar banco de dados;
  • Organizar cronograma de treinamento;
  • Supervisionar colheita florestal;
  • Atualizar cadastros em geral;
  • Adequar linguagem;
  • Ministrar aulas;
  • Assessorar criação de cooperativas;
  • Participar de publicação de resultados de pesquisas;
  • Dar provas de responsabilidade;
  • Preparar material didático;
  • Detectar necessidades de treinamento e reciclagem;
  • Avaliar desempenho de treinandos;
  • Definir logística de carregamento e transporte;
  • Pesquisar usos alternativos de madeira;
  • Montar unidades demonstrativas;
  • Divulgar resultados de pesquisa;
  • Identificar líderes comunitários;
  • Demonstrar iniciativa;
  • Processar dados coletados;
  • Definir técnicas de treinamento;
  • Trabalhar em equipe;
  • Conferir dados coletados;
  • Gerenciar industrialização de produtos florestais;
  • Supervisionar controle de qualidade de produção florestal;
  • Demonstrar qualidade de adaptação;
  • Planejar infraestrutura (galpões, viveiros, vias de acesso, cercas, equipamentos e outros);
  • Acompanhar experimentos em geral;
  • Supervisionar aplicação de produtos químicos e orgânicos;
  • Controlar volume de produção e estoque de produtos florestais;
  • Demonstrar criatividade;
  • Criar placas identificadoras e sinalizadoras;
  • Fiscalizar controle fitossanitário de essências florestais;
  • Providenciar renovação de documentos fiscais;
  • Gerenciar beneficiamento de produtos florestais;
  • Participar na elaboração de projetos de pesquisa;
  • Sistematizar informações socioeconômicas da comunidade;
  • Elaborar cronograma de execução física e operacional;
  • Demonstrar capacidade de expressão oral;
  • Comercializar subprodutos;
  • Elaborar desenhos técnicos;
  • Liderar;
  • Realizar levantamento residual, cubagem e fator de empilhamento;
  • Planejar volume de colheita de madeira;
  • Recensear áreas vizinhas das unidades de conservação e produção;
  • Orientar sobre utilização racional de recursos naturais renováveis e conservação ambiental;
  • Ministrar palestras para comunidades, escolas e empresas;
  • Elaborar planos de auto suprimento;
  • Orientar execução de projetos técnicos;
  • Selecionar matrizes de espécies florestais;
  • Orientar sobre legislação ambiental;
  • Emitir autos de infração ambiental;
  • Demonstrar capacidade de expressão escrita;
  • Registrar treinamento realizado;
  • Instalar experimentos em geral;
  • Elaborar planilha de custos para execução de projetos;
  • Emitir documentos fiscais;
  • Coletar dados, materiais e subprodutos para subsidiar pesquisas;
  • Mobilizar comunidades e lideranças;
  • Emitir relatórios de atividades operacionais;
  • Fiscalizar utilização de máquinas e equipamentos florestais;
  • Emitir relatórios de inventários florestais;
  • Demonstrar bom condicionamento físico;
  • Analisar projetos técnicos ambientais e de impacto ambiental;

Onde o Assistente Técnico em Madeira pode trabalhar

Técnicos florestais atuam em instituições públicas e privadas ligadas a atividades florestais, empresas de fabricação de produtos de madeira, indústrias de papel e celulose, instituições de pesquisas e desenvolvimento, reservas ecológicas e indústrias de silvicultura e exploração florestal. Técnicas avançadas de mapeamento, possibilitadas pelo sistema de posicionamento global (gps) têm facilitado e agilizado a identificação de eventos a fiscalizar, ampliando o mercado de trabalho. Trabalham a céu aberto e em ambiente fechado. São assalariados, com carteira assinada. Atuam sob condições favoráveis de trabalho. Em algumas atividades, podem estar sujeitos a ruídos e material tóxico.

Como trabalhar de Assistente Técnico em Madeira

O exercício do cargo de Assistente Técnico em Madeira requer curso técnico florestal ou curso pós-técnico florestal, de nível médio. Trabalham em equipe multidisciplinar, sob supervisão ocasional de engenheiros florestais e afins. O pleno exercício da atividade é atingido após experiência profissional de um a dois anos na área.

Quanto ganha um Assistente Técnico em Madeira

O Assistente Técnico em Madeira tem um salário inicial de R$ 1.253,55 podendo chegar a R$ 2.728,85 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.551,47 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.685,67 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Assistente Técnico em Madeira).

Qual a jornada de trabalho do Assistente Técnico em Madeira

O Assistente Técnico em Madeira trabalha em média 42 horas por semana (210 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.

Categoria Profissional: