O que faz um Apresentador Animador de Programas de Televisão

Profissionais exercendo a profissão de Apresentador Animador de Programas de Televisão apresentam e/ou animam programas de rádio e televisão, festas populares, eventos, atrações circenses ou outros tipos de espetáculos, orientam-se por roteiros ou fazem improvisações para divertir, informar, instruir o público, telespectador ou ouvinte. Conduzem eventos públicos, corporativos e sociais presenciais, seguindo roteiro elaborado por organizadores.

Algumas das principais funções da profissão

  • Aquecer a voz (nuances e empostação);
  • Adequar postura física e entonação de voz (interpretação) à informação a ser transmitida;
  • Receber instruções dos organizadores do evento;
  • Demonstrar controle emocional;
  • Verificar o conteúdo e forma do texto;
  • Informar-se sobre literatura específica referente aos temas apresentados;
  • Demonstrar capacidade de manter postura física;
  • Criar expectativa no espectador, telespectador, ouvinte;
  • Selecionar figurino/vestimenta adequado para espetáculo, evento ou programa;
  • Transmitir informações sobre o produto promocional;
  • Preparar-se física e mentalmente para os espetáculos, eventos e programas;
  • Informar-se por meio de diferentes mídias (impressas, radiofônicas, televisivas, internet);
  • Opinar na formatação do espetáculo, evento ou programa, quando solicitado;
  • Administrar os tempos do espetáculo, evento ou programa;
  • Observar sinais de entrada de vinhetas, inserções comerciais;
  • Atender as expectativas do público;
  • Apresentar conteúdo do espetáculo, evento ou programa;
  • Animar o espetáculo ou transmissão (entretenimento);
  • Criar empatia com o público;
  • Selecionar adereços para espetáculo, evento ou programas;
  • Estar atento ao cronograma da apresentação;
  • Aprofundar a informação trazida pelo entrevistado;
  • Atentar para satisfação do público durante o espetáculo, evento ou programa;
  • Adequar-se às exigências da organização relativos a figurinos e adereços;
  • Alertar para colocação e retirada dos equipamentos;
  • Atentar para especificidades culturais e políticas regionais;
  • Opinar na pauta diária;
  • Transmitir informações sobre o patrocinador/organizador;
  • Demonstrar capacidade de memorização;
  • Gravar locuções em ´off´;
  • Demonstrar bom senso;
  • Interpretar o texto;
  • Demonstrar versatilidade;
  • Preparar textos e comentários para espetáculos, eventos ou programas;
  • Demonstrar flexibilidade;
  • Adequar a caracterização do apresentador ao estilo do espetáculo, evento ou programa;
  • Noticiar fatos e imprevistos transmitindo segurança durante espetáculo, evento ou programa;
  • Verificar condições técnicas exigidas para apresentação;
  • Preparar-se para entrevistar convidados;
  • Ficar atento aos tempos das reportagens e entradas nos programas e eventos ao vivo;
  • Dar o tom da solenidade;
  • Interagir com os membros da equipe de produção, apresentação e organização;
  • Reivindicar respostas aos problemas apresentados no programa;
  • Contatar fontes de informação (líderes comunitários, formadores de opinião, políticos etc);
  • Manter a atenção do público;
  • Demonstrar capacidade de improvisação;
  • Demonstrar cuidado com aparência pessoal;
  • Realizar chamadas referentes ao espetáculo, evento ou programa;
  • Pesquisar o perfil (social, econômico, político) do público-alvo;
  • Informar público sobre acontecimentos intervenientes ao espetáculo/evento (criança perdida, trânsito etc);
  • Demonstrar agilidade de raciocínio;
  • Entrevistar convidados;
  • Trabalhar em equipe;

Onde o Apresentador Animador de Programas de Televisão pode trabalhar

Apresentadores de eventos, programas e espetáculos os profissionais atuam em atividades recreativas, esportivas e culturais em eventos e festas em geral, programas de rádio e tv e circos. Exceção feita aos poucos que trabalham em rádio e tv e em circos de maior porte, que são empregados registrados e podem contar com certa regularidade no que se refere ao conteúdo do trabalho e aos locais e horários em que é desempenhado, a grande maioria é autônoma, devendo ser capaz de lidar com a pouca previsibilidade no que tange à oferta, locais e horários de trabalho e à temática tratada. Aos profissionais importa sobremaneira a capacidade de adaptação a situações diversas e a capacidade de estabelecer empatia com o público. Deste, em última análise, depende seu sucesso no desempenho das ocupações da família. Em algumas atividades, alguns profissionais podem trabalhar em posições desconfortáveis por períodos prolongados, em grandes alturas, sob ruído intenso, bem como sob estresse constante.

Como trabalhar de Apresentador Animador de Programas de Televisão

A formação profissional se dá na prática, no exercício da função, em grande medida, a partir da observação dos vários estilos de apresentação existentes nos meios de comunicação e de sua adaptação às características pessoais e àquelas do público-alvo. Existem, em pequeno número, profissionais especializados como maestros, árbitros esportivos, críticos de artes e literatura que apresentam programas em suas áreas de atuação, embora não considerem essa atividade como sua atividade principal.

Quanto ganha um Apresentador Animador de Programas de Televisão

O Apresentador Animador de Programas de Televisão tem um salário inicial de R$ 1.517,65 podendo chegar a R$ 5.937,27 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 2.500,00 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 3.013,02 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Apresentador Animador de Programas de Televisão).

Qual a jornada de trabalho do Apresentador Animador de Programas de Televisão

O Apresentador Animador de Programas de Televisão trabalha em média 36 horas por semana (180 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.