O que faz um Agricultor Familiar Polivalente

Profissionais exercendo a profissão de Agricultor Familiar Polivalente planejam e administram unidade de produção. Preparam solo, plantam culturas e realizam tratos culturais. Colhem e comercializam produtos agrícolas.

Algumas das principais funções da profissão

  • Incorporar cobertura morta (orgânica) em solo;
  • Definir culturas;
  • Selecionar equipamentos agrícolas;
  • Demonstrar capacidade associativa;
  • Definir técnicas de produção;
  • Verificar uso de equipamentos de proteção individual (epi);
  • Negociar condições de pagamento;
  • Demonstrar sensibilidade com meio ambiente;
  • Coletar amostras de solo para análise;
  • Irrigar culturas;
  • Retirar sacos plásticos de mudas;
  • Adquirir insumos;
  • Construir curvas em nível;
  • Cercar área de plantio;
  • Propiciar polinização de florada;
  • Registrar produção;
  • Transportar produtos agrícolas;
  • Subsolar solo;
  • Cotar preços;
  • Identificar mercados consumidores;
  • Definir tipo e quantidade de insumos agrícolas;
  • Definir época de plantio;
  • Escolher sementes e mudas;
  • Definir rotatividade de culturas;
  • Distribuir sementes em sacos plásticos e bandejas;
  • Preparar viveiros;
  • Beneficiar produtos agrícolas;
  • Corrigir solo;
  • Transplantar mudas para covas ou sulcos;
  • Classificar produtos agrícolas;
  • Roçar área de plantio;
  • Armazenar produtos agrícolas;
  • Capinar ervas daninhas;
  • Liderar equipe;
  • Pesar produtos agrícolas;
  • Adquirir empréstimos e financiamentos;
  • Orientar técnicas de produção;
  • Aplicar adubos químicos de cobertura de solo;
  • Definir área de plantio;
  • Verificar maturação da cultura;
  • Efetuar pagamentos;
  • Demonstrar persistência;
  • Solicitar visita técnica;
  • Higienizar equipamentos agrícolas;
  • Ralear culturas;
  • Podar culturas;
  • Organizar produtos agrícolas para transporte;
  • Manifestar resistência física;
  • Manifestar versatilidade;
  • Selecionar mão-de-obra;
  • Gradear solo;
  • Contratar meeiros;
  • Drenar área de plantio;
  • Imunizar colheita;
  • Pulverizar defensivos agrícolas e adubos foliares;
  • Contar produtos agrícolas;
  • Arar solo;
  • Fiscalizar execução das etapas de produção;
  • Desbrotar culturas;
  • Visitar compradores;
  • Embalar produtos agrícolas;

Onde o Agricultor Familiar Polivalente pode trabalhar

Produtores agrícolas polivalentes trabalham por conta própria, na agricultura. O trabalho é em equipe formada por familiares, sem supervisão. As atividades são realizadas a céu aberto, durante o dia. Estão sujeitos à exposição de material tóxico, à variação climática e a permanecer em posições desconfortáveis durante longos períodos.

Como trabalhar de Agricultor Familiar Polivalente

O acesso ao exercício profissional é livre, sendo que a escolaridade média é de quarta série do ensino fundamental. O pleno desempenho das atividades requer de um a dois anos de prática.

Quanto ganha um Agricultor Familiar Polivalente

O Agricultor Familiar Polivalente tem um salário inicial de R$ 1.141,34 podendo chegar a R$ 1.680,80 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.260,00 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.243,25 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Agricultor Familiar Polivalente).

Qual a jornada de trabalho do Agricultor Familiar Polivalente

O Agricultor Familiar Polivalente trabalha em média 44 horas por semana (220 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.

Categoria Profissional: