O que faz um Agente de Serviços de Fiscalização de Transportes Coletivos e Licenciamento de Veículos

Profissionais exercendo a profissão de Agente de Serviços de Fiscalização de Transportes Coletivos e Licenciamento de Veículos organizam e fiscalizam as operações dos ônibus e outros veículos de transporte coletivo como, condições de operação dos veículos, cumprimento dos horários, entre outros. Preenchem relatórios, preparam escalas de operadores, examinam veículos e atendem usuários. Agem na solução de ocorrências. Executam a venda de bilhetes em veículos, estações metropolitanas, ferroviárias e similares e administram valores.

Algumas das principais funções da profissão

  • Dar provas de habilidades manual, visual, auditiva e de memorização;
  • Estabelecer caminhos alternativos;
  • Comunicar aos passageiros sobre anormalidades no sistema ou percurso;
  • Remanejar veículos e operadores;
  • Fiscalizar áreas de embarque;
  • Examinar placas itinerárias, vistas e letreiros;
  • Aferir tacógrafo ou similar;
  • Relatar o excesso de emissão de poluentes;
  • Preencher relatórios de ocorrências;
  • Fornecer dados para programação das linhas;
  • Redigir comunicação interna;
  • Entregar objetos no setor de achados e perdidos;
  • Definir horários dos operadores;
  • Demonstrar empatia;
  • Demonstrar organização no manuseio de valores;
  • Demonstrar atenção;
  • Fiscalizar o uso de bilhetes especiais e crachás de passagem livre;
  • Recolher objetos encontrados;
  • Manter boa apresentação;
  • Preencher relatório de bordo e ou arrecadação;
  • Controlar horários de saída e chegada de veículos;
  • Agir educadamente;
  • Verificar a apresentação dos funcionários;
  • Apreender bilhetes, passes e crachás falsos;
  • Preparar escala de folga, férias e suplementar;
  • Prestar informações aos passageiros;
  • Demonstrar autocontrole;
  • Conferir quantidade de bilhetes;
  • Fiscalizar horários dos operadores;
  • Demonstrar discernimento;
  • Transmitir confiança;
  • Dar provas de criatividade;
  • Preencher relatório de fiscal de ponto;
  • Testemunhar em casos de acidentes;
  • Emitir boletim de acidente;
  • Opinar em comissão de análise de acidentes e ou ocorrências;
  • Orientar o motorista sobre as condições das vias;
  • Administrar estoques de bilhetes e troco;
  • Controlar frequência de partida;
  • Preencher registro de plantão;
  • Trocar disco de tacógrafo;
  • Demonstrar honestidade;
  • Designar operadores para veículos;
  • Demonstrar paciência;
  • Comunicar à central ou plantão sobre ocorrências com equipamentos e ou veículos;
  • Soltar frotas;
  • Remanejar operadores ou veículos;
  • Entregar relatório de bordo ao cobrador;
  • Examinar condições internas dos veículos;
  • Fiscalizar o acesso de usuários;
  • Adequar a saída do veículo à demanda de passageiros;
  • Demonstrar iniciativa;
  • Controlar horários de refeição e rendição;
  • Trabalhar com cautela;
  • Demonstrar simpatia;
  • Conferir a catraca ou torniquete;
  • Organizar grupos de operadores;
  • Fornecer dados para boletim de ocorrências;
  • Atualizar-se;

Onde o Agente de Serviços de Fiscalização de Transportes Coletivos e Licenciamento de Veículos pode trabalhar

Fiscais e cobradores dos transportes coletivos os fiscais cobradores atuam em empresas de transporte terrestre. São empregados assalariados, com carteira assinada, trabalham em equipe, sob supervisão ocasional e/ou permanente.Trabalham por rodízio de turnos, a céu aberto ou confinados em ambientes fechados e locais subterrâneos. Freqüentemente, estão sujeitos a pressões e ao trabalho em posições desconfortáveis. Em muitas das atividades exercidas, são expostos a altas temperaturas, ruídos e material tóxico.

Como trabalhar de Agente de Serviços de Fiscalização de Transportes Coletivos e Licenciamento de Veículos

O exercício do cargo de Agente de Serviços de Fiscalização de Transportes Coletivos e Licenciamento de Veículos requer o ensino fundamental, exceto para o bilheteiro (estações de metrô, trens e assemelhadas) cujo pré- requisito é ensino médio. Todas as ocupações, exceto o cobrador, qualificam-se em cursos profissionalizante acima de quatrocentas horas-aula, geralmente oferecidos pelas próprias empresas.

Quanto ganha um Agente de Serviços de Fiscalização de Transportes Coletivos e Licenciamento de Veículos

O Agente de Serviços de Fiscalização de Transportes Coletivos e Licenciamento de Veículos tem um salário inicial de R$ 1.154,12 podendo chegar a R$ 2.258,31 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.397,70 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.471,71 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Agente de Serviços de Fiscalização de Transportes Coletivos e Licenciamento de Veículos).

Qual a jornada de trabalho do Agente de Serviços de Fiscalização de Transportes Coletivos e Licenciamento de Veículos

O Agente de Serviços de Fiscalização de Transportes Coletivos e Licenciamento de Veículos trabalha em média 43 horas por semana (215 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.