O que faz um Advogado Criminalista

Profissionais exercendo a profissão de Advogado Criminalista postulam, em nome do cliente, em juízo, propondo ou contestando ações, solicitando providências junto ao magistrado ou ministério público, avaliando provas documentais e orais, realizando audiências trabalhistas, penais comuns e cíveis, instruindo a parte e atuando no tribunal de júri, e extrajudicialmente, mediando questões, contribuindo na elaboração de projetos de lei, analisando legislação para atualização e implementação, assistindo empresas, pessoas e entidades, assessorando negociações internacionais e nacionais, zelam pelos interesses do cliente na manutenção e integridade dos seus bens, facilitando negócios, preservando interesses individuais e coletivos, dentros dos princípios éticos e de forma a fortalecer o estado democrático de direito.

Algumas das principais funções da profissão

  • Evidenciar capacidade de síntese;
  • Contestar ações;
  • Verificar a existência de conflitos de interesses;
  • Dominar expressão escrita;
  • Demonstrar capacidade interpretativa;
  • Reunir documentação básica;
  • Pesquisar a possibilidade jurídica do caso;
  • Demonstrar capacidade de escuta ativa;
  • Avaliar a possibilidade de aceitação dos serviços;
  • Sustentar oralmente uma questão;
  • Ouvir o interessado;
  • Analisar legislação para atualização e implementação;
  • Solicitar providências junto ao magistrado ou ministério público;
  • Demonstrar capacidade de convencimento;
  • Representar contra particulares e autoridades;
  • Evidenciar eloquência verbal;
  • Evidenciar urbanidade no trato pessoal;
  • Analisar, fatos, relatórios e documentos;
  • Utilizar o trabalho de assistentes técnicos;
  • Assistir empresas, pessoas e entidades;
  • Atualizar-se;
  • Avaliar provas documentais e orais;
  • Elaborar relatórios;
  • Escolher a estratégia da atuação;
  • Cumprir prazos contratuais;
  • Acordar as regras da prestação dos serviços;
  • Cumprir prazos legais;
  • Informar o cliente sobre o andamento serviços;
  • Obter autorização do cliente;
  • Realizar audiências administrativas;
  • Agir com ética;
  • Contribuir na elaboração de projetos de lei;
  • Integrar comissões nacionais de especialistas;
  • Formalizar parecer técnico-jurídico;
  • Assessorar negociações internacionais;
  • Zelar pela manutenção e integridade de bens do cliente;
  • Manter controle emocional;
  • Propor ações;
  • Demonstrar paciência;
  • Instruir a parte;
  • Integrar comissões internacionais de especialistas;
  • Evidenciar capacidade de negociação;
  • Prestar serviços de peritagem;
  • Intervir no curso do processo;
  • Acompanhar resultados;
  • Demonstrar tolerância;
  • Evidenciar senso crítico;
  • Agir com prontidão;
  • Realizar audiências cíveis;
  • Efetuar diligências;
  • Expor ao interessado as possibilidades de êxito;
  • Atuar no tribunal de júri;
  • Realizar audiências trabalhistas;
  • Apontar riscos e soluções;
  • Proferir palestras;
  • Desenvolver expressão corporal;
  • Acompanhar casos de terceiros por interesse de cliente;
  • Gerir o próprio escritório;
  • Evidenciar raciocínio lógico;
  • Evidenciar senso de humor;
  • Trocar experiências profissionais;
  • Demonstrar persistência;
  • Controlar trabalhos de profissionais e escritórios subcontratados;
  • Desenvolver relacionamentos interpessoais positivos;
  • Coletar informações pertinentes à questão;
  • Implementar soluções jurídicas;
  • Recorrer de decisões;
  • Expressar ao interessado a aceitação e recusa dos serviços;
  • Interpretar a norma jurídica;
  • Demonstrar criatividade;
  • Assessorar negociações nacionais;
  • Promover reuniões;
  • Realizar audiências penais comuns;

Onde o Advogado Criminalista pode trabalhar

Advogados trabalham em escritórios de advogacia, em empresas agrícolas, comérciais, industriais, serviços e na administração pública, como estatutários, assalariados ou autônomos. Executam suas funções sem supervisão, em ambiente fechado e em horário diurno. Eventualmente, trabalham sob pressão, levando à situação de estresse.

Como trabalhar de Advogado Criminalista

O exercício dessas ocupações requer ensino superior completo e o exame da OAB do estado de domicílio civil do bacharel em direito.

Quanto ganha um Advogado Criminalista

O Advogado Criminalista tem um salário inicial de R$ 2.401,56 podendo chegar a R$ 7.744,42 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 2.887,63 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 3.895,22 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Advogado Criminalista).

Qual a jornada de trabalho do Advogado Criminalista

O Advogado Criminalista trabalha em média 24 horas por semana (120 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.

Categoria Profissional: