O que faz um Administrador de Sistema Operacional de Rede

Profissionais exercendo a profissão de Administrador de Sistema Operacional de Rede administram ambientes computacionais, implantando e documentando rotinas e projetos e controlando os níveis de serviço de sistemas operacionais, banco de dados e redes. Fornecem suporte técnico no uso de equipamentos e programas computacionais e no apoio a usuários, configuram e instalam recursos e sistemas computacionais, controlam a segurança do ambiente computacional.

Algumas das principais funções da profissão

  • Fornecer informações de problemas diagnosticados para outras áreas;
  • Trabalhar em equipe;
  • Analisar parâmetros de disponibilidade, indicadores de capacidade e de desempenho;
  • Configurar parâmetros e perfis de usuários de sistemas operacionais;
  • Orientar usuários;
  • Controlar níveis de serviço;
  • Demonstrar capacidade de se colocar no lugar do usuário;
  • Instalar aplicativos;
  • Manter sigilo;
  • Demonstrar criatividade;
  • Projetar arquitetura de redes computacionais;
  • Diagnosticar problemas;
  • Fornecer suporte ao desenvolvimento de projetos;
  • Demonstrar paciência;
  • Estabelecer métricas de controle do uso de recursos computacionais;
  • Controlar contratos de manutenção, programas de computadores e equipamentos;
  • Configurar mecanismos de segurança;
  • Configurar equipamentos e sistemas de conectividade;
  • Inventariar recursos computacionais;
  • Mapear riscos de segurança de recursos tecnológicos;
  • Instalar serviços de rede de computadores;
  • Configurar sistema operacional;
  • Negociar contratação de serviços e produtos;
  • Corrigir falhas;
  • Padronizar nomenclatura de usuários e grupos;
  • Executar procedimentos de migração e interface de dados;
  • Configurar placas, componentes e periféricos;
  • Contornar situações adversas;
  • Documentar ocorrência de problemas e soluções;
  • Trabalhar sob pressão;
  • Implantar projetos de redes;
  • Ministrar treinamentos;
  • Documentar ambiente computacional;
  • Definir parâmetros de desempenho e disponibilidade de ambiente computacional;
  • Configurar parâmetros e perfis de usuários de redes locais;
  • Elaborar procedimentos de cópia de segurança e recuperação;
  • Padronizar tipos de autenticação de usuário;
  • Instalar sistema operacional;
  • Especificar recursos computacionais;
  • Pesquisar recursos computacionais;
  • Instalar equipamentos de conectividade;
  • Testar recursos computacionais para homologação;
  • Subsidiar discussões sobre nível de serviços;
  • Demonstrar atenção concentrada;
  • Auditorar uso de ambiente computacional;
  • Demonstrar iniciativa;
  • Instalar ´sgbd´;
  • Instalar correções de sistemas computacionais;
  • Demonstrar capacidade de raciocinar logicamente;
  • Acompanhar solução de problemas;
  • Configurar aplicativos;
  • Automatizar rotinas;
  • Executar rotinas de cópia de segurança e recuperação;
  • Instalar placas, componentes e periféricos;
  • Desenvolver soluções para apoio ao usuário;
  • Monitorar métricas de controle do uso de recursos computacionais;

Onde o Administrador de Sistema Operacional de Rede pode trabalhar

Administradores de tecnologia da informação exercem suas atividades em qualquer setor da atividade econômica, tais como a indústria, o comércio, os serviços, a agropecuária ou a administração pública. Podem trabalhar em empresas públicas ou privadas, em geral de médio e grande portes. Seu trabalho se desenvolve, majoritariamente em equipe, de forma cooperativa, com supervisão ocasional. Não há predominância de um tipo de vínculo de trabalho: os profissionais podem ser assalariados ou trabalhador por conta-própria e trabalham em período diurno.

Como trabalhar de Administrador de Sistema Operacional de Rede

Para o exercício profissional dessas ocupações, requer-se curso superior completo, em nível de baharelado ou tecnologia. Podem, também, obter formação específica por meio de cursos de qualificação, com carga horária entre duzentas e quatrocentas horas. A experiência profissional prévia requerida dos titulares para o exercício pleno das atividades é de um a dois anos, exceto para o Administrador de Bancos de Dados, que é de aproximadamente quatro anos, em todos os casos incluindo o tempo de estágio.

Qual a formação mais comum para a profissão

A formação universitária mais comum para um Administrador de Sistema Operacional de Rede é a formação em Tecnologia da Informação para entrar e atuar no mercado de trabalho atual.

Quanto ganha um Administrador de Sistema Operacional de Rede

O Administrador de Sistema Operacional de Rede tem um salário inicial de R$ 1.676,53 podendo chegar a R$ 9.268,21 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 3.500,00 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 4.429,96 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Administrador de Sistema Operacional de Rede).

Qual a jornada de trabalho do Administrador de Sistema Operacional de Rede

O Administrador de Sistema Operacional de Rede trabalha em média 42 horas por semana (210 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.