O que faz um Acabador de Embalagens (Flexíveis e Cartotecnicas)

Profissionais exercendo a profissão de Acabador de Embalagens (Flexíveis e Cartotecnicas) planejam a execução do serviço, ajustam e operam máquinas de acabamento gráfico e editorial. Preparam matrizes de corte e vinco, fazem gravações a máquina (hot-stamping) e realizam manutenção produtiva dos equipamentos. Trabalham em conformidade a estritas normas e procedimentos técnicos, de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Algumas das principais funções da profissão

  • Coletar amostras para análise de qualidade;
  • Controlar fluxo de entrada e saída dos produtos;
  • Demonstrar sociabilidade;
  • Providenciar material para execução da etapa de acabamento;
  • Projetar-se utilizando o equipamento de proteção individual;
  • Detectar problemas de funcionamento;
  • Substituir acessórios (correias, facas, etc);
  • Selecionar aparas e sobras para reciclagem;
  • Demonstrar habilidade motora;
  • Informar a supervisão dos defeitos dos dispositivos de segurança das máquinas e equipamentos;
  • Demonstrar acuidade métrica;
  • Serrar madeira para matriz de corte;
  • Monitorar o reparo das máquinas e equipamentos;
  • Corrigir falhas de acabamento;
  • Definir máquinas e equipamentos de acabamento gráfico e editorial;
  • Lubrificar as máquinas e equipamentos;
  • Demonstrar dinamismo;
  • Verificar medidas e legendas do produto;
  • Manter os dispositivos de segurança das máquinas e equipamentos;
  • Analisar visualmente o produto;
  • Demonstrar criatividade;
  • Registrar ocorrências (troca de material, tiragem, desempenho, etc.) do processo de produção;
  • Demonstrar meticulosidade;
  • Respeitar área de segurança;
  • Sinalizar a área com indicativos de periculosidade e ou equipamento;
  • Definir etapas de acabamento;
  • Traçar gabarito sobre a madeira;
  • Limpar máquinas e equipamentos;
  • Demonstrar acuidade visual;
  • Analisar o produto com base na ordem de serviço e tipo do original;
  • Consultar manuais de máquinas e equipamentos;
  • Exigir os dispositivos de segurança das máquinas e equipamentos;
  • Demonstrar senso de organização e zelo;
  • Realizar prova (teste) do produto;
  • Testar os dispositivos de segurança das máquinas e equipamentos;

Onde o Acabador de Embalagens (Flexíveis e Cartotecnicas) pode trabalhar

Trabalhadores do acabamento gráfico atuam em indústrias gráficas ou em setores de embalagens e gráficas de empresas industriais, comerciais ou de serviços, inclusive ensino. Organizam-se em equipe, sob supervisão permanente. Trabalham em ambiente fechado, geralmente durante o dia, expostos a materiais tóxicos, ruído intenso e altas temperaturas.

Como trabalhar de Acabador de Embalagens (Flexíveis e Cartotecnicas)

O acesso às ocupações requer escolaridade mínima, que varia da quarta à sétima série do ensino fundamental. O operador de guilhotina e o preparador de corte e vinco são qualificados em cursos básicos profissionalizantes de duzentas horas-aula. As demais ocupações são aprendidas na prática. O desempenho pleno das atividades é alcançado com menos de um ano de prática.

Quanto ganha um Acabador de Embalagens (Flexíveis e Cartotecnicas)

O Acabador de Embalagens (Flexíveis e Cartotecnicas) tem um salário inicial de R$ 1.242,96 podendo chegar a R$ 1.820,44 dependendo da empresa e do tempo de experiência do profissional na área, sendo que R$ 1.525,97 é a média salarial da profissão em todo Brasil.

O piso salarial médio do cargo fica em torno de R$ 1.395,14 de acordo com instrumentos coletivos registrados por sindicatos da categoria na plataforma Mediador - Sistema de Negociações Coletivas de Trabalho da Subsecretaria de Relações do Trabalho - SRT (acordos coletivos, convenções coletivas e dissídios que citam Acabador de Embalagens (Flexíveis e Cartotecnicas)).

Qual a jornada de trabalho do Acabador de Embalagens (Flexíveis e Cartotecnicas)

O Acabador de Embalagens (Flexíveis e Cartotecnicas) trabalha em média 44 horas por semana (220 por mês) no mercado de trabalho do Brasil.

Categoria Profissional: